Costa do Marfim e Grécia brigam por inéditas oitavas

Grécia e Costa do Marfim entrarão em campo hoje, no Castelão, com o mesmo objetivo: passar pela primeira vez para as oitavas de final de uma Copa do Mundo

iG Minas Gerais |

Como aconteceu nos dois jogos anteriores, Drogba, principal jogador de Costa do Marfim, deve começar no 
banco de reservas
Sérgio Lima/folhapress – 19.6.2014
Como aconteceu nos dois jogos anteriores, Drogba, principal jogador de Costa do Marfim, deve começar no banco de reservas

Fortaleza. Grécia e Costa do Marfim entrarão em campo hoje, no Castelão, em Fortaleza, às 17h, com o mesmo objetivo: passar pela primeira vez para as oitavas de final de uma Copa do Mundo. O duelo definirá a segunda seleção classificada pelo grupo C. Líder, a Colômbia já garantiu sua vaga com duas vitórias nos dois primeiros jogos. Com uma vitória e uma derrota, a Costa do Marfim tem três pontos na tabela e precisa de uma vitória simples para se classificar. Em caso de empate, dependerá do resultado da partida do Japão contra a Colômbia, no mesmo horário, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

“Estamos concentrados nesse confronto. Sabemos que uma vitória nos fará ficar na história do futebol marfinense, o que seria uma grande realização”, afirmou ontem o técnico Sabri Lamouchi. Ele, porém, não poderá contar com dois jogadores: o zagueiro Zokora cumprirá suspensão pelo segundo cartão amarelo na derrota por 2 a 1 para a Colômbia e o meia Ya Konan se recupera de lesão sofrida na vitória por 2 a 1 sobre o Japão.

Estrela do time, o atacante Drogba vem sendo aproveitado apenas no decorrer das partidas e deve começar no banco.

Já a Grécia tem apenas um ponto e, além de vencer, precisa torcer por um tropeço dos japoneses diante dos colombianos. A missão, porém, é difícil, já que o ataque grego passou em branco nas duas primeiras partidas: derrota de 3 a 0 para a Colômbia e empate em 0 a 0 com o Japão.

“Temos que encontrar uma forma de pressionar os marfinenses. Espero que tudo aconteça como na Eurocopa 2004, quando também precisávamos de uma vitória no último jogo e acabamos nos classificando”, afirmou o técnico português Fernando Santos, que não contará com o meia Katsouranis, expulso na partida contra o Japão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave