Chegou a hora de escalar o time certo

iG Minas Gerais |

Neymar fez o que se espera de um jogador decisivo, e, quando o jogo estava ficando bom para Camarões, fez 1 a 0. Com o placar aberto, imaginava-se que fosse sair uma goleada, mas o sistema defensivo brasileiro sentiu a velocidade e a troca de passes dos camaroneses, que empataram nove minutos depois, aos 26 do primeiro tempo. Com Daniel Alves tomando bola nas costas pela direita e a dupla de zaga permitindo cabeçadas nas imediações do pênalti e pequena área, não estava difícil chegar à cara do Júlio César. Mas Neymar foi novamente decisivo e aos 35 aliviou o sufoco fazendo 2 a 1. Nove entre dez comentaristas têm falado que Paulinho está mal e que, quando o Fernandinho entra, o time melhora. Felipão finalmente deve ter se conscientizado disso também e fez essa mudança no intervalo. Na primeira jogada que fez, Fernandinho pôs Hulk na cara do gol, que errou. Na segunda, aos cinco minutos, tocou para David Luiz, que entrava na área como um ponta-esquerda. O zagueiro cruzou na cabeça de Fred, que marcou o seu primeiro gol na Copa e deu tranquilidade ao time. Importante ressaltar que Camarões foi a seleção mais avacalhada deste Mundial, dentro e fora de campo. Em montagem   O time não foi bem nos três primeiros jogos, e Felipão ainda procura a formação ideal. Menos mal que o adversário nas oitavas será o Chile, que sempre respeita a camisa amarela. Dá trabalho em quase todo o jogo, mas, no fim, sucumbe. A não ser que o técnico Jorge Sampaoli tenha conseguido implantar sangue e artimanhas do seu país, Argentina, nesse bom time que montou. Menos Esses jogos apertados na primeira fase podem ter sido positivos para Felipão e cia. Diminui o oba-oba e o clima de “já ganhou”, que foram incentivados pela própria comissão técnica. Ao ver candidatas ao título jogando muito, como Holanda e Alemanha, e outras chegando ao velho estilo delas, como Argentina e Itália, é bom trabalhar mais e escalar o time certo. Presentes   O quarto gol foi um prêmio ao grande futebol do volante Fernandinho e justiça pelo tanto que o time melhorou com a entrada dele no lugar do Paulinho. Pode ter garantido a sua vaga no time com essa exibição. Fernandinho marcou o quarto gol do Brasil, nascido de uma entregada da defesa da seleção de Camarões. Adversários mais qualificados raramente dão presentes como esses. Futebol comercial   O tal ranking de seleções da Fifa se desmoraliza em mais uma Copa do Mundo. A disputa é de quatro em quatro anos, mas o que importa mesmo é o mês da realização dos jogos do Mundial. O México, 20º colocado, conseguiu se classificar na “bacia das almas”, está nas oitavas, jogando muito. Costa Rica, 29º, idem. A Espanha continua em primeiro; Portugal, em quarto lugar. E muita gente leva este ranking a sério.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave