Felipão encara como normal a dependência do time por Neymar

Treinador brasileiro comparou a importância que o camisa 10 tem para sua equipe assim como Messi tem para a seleção da Argentina, alegando que todos dependem de seus principais atletas

iG Minas Gerais | FELIPE RIBEIRO E GUILHERME GUIMARÃES |

BRASÍLIA. Dos sete gols marcados pela seleção brasileira na Copa do Mundo deste ano, quatro foram de Neymar. Mais do que isso, é ele quem lidera o time dentro de campo, faz jogadas diferenciadas e chama a atenção dos adversários. Por conta disso, já se fala em uma dependência em relação ao garoto que usa o número 10 às costas da camisa.

Felipão não deixou de mostrar que o Brasil depende de Neymar, mas ampliou o assunto falando sobre a relação parecida entre Messi e Argentina e qualquer seleção com seu principal jogador. O treinador aproveitou para citar o companheiro de profissão Muricy Ramalho como um dos responsáveis pela evolução do futebol do atacante brasileiro.

"Assim como Argentina depende do Messi, outros times dependem de outro, mas é normal porque craque faz diferença em qualquer seleção. Neymar, além de tudo, é muito participativo. Já elogiei muitas vezes Muricy, na época do Santos que ajudou ele a entender que precisa fazer algo a mais pelo grupo", destacou o comandante da seleção.

Leia tudo sobre: NEYMARFELIPÃOBRASILARGENTINACOPA DO MUNDO