Marido acusado de matar mulher com um tiro é pego

Segundo uma prima da vítima, Julcimar Martins dos Reis teria matado a companheira por ciúmes

iG Minas Gerais | LISLEY ALVARENGA |

FOTO: NELSON BATISTA / O TEMPO
undefined

Foi preso em flagrante na madrugada de ontem um homem suspeito de ter assassinado com um tiro nas costas uma mulher de 33 anos. Segundo a Polícia Militar, após cometer o crime e fugir, Jucilmar Martins dos Reis, de 36 anos, foi achado próximo à fábrica da Fiat, na região do Distrito Industrial do bairro Paulo Camilo, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Testemunhas contaram à PM que a vítima, Renata Ferreira da Silva, estava no estabelecimento do companheiro, no fim da noite de anteontem, quando o casal começou a discutir. Após a briga, ela teria saído do imóvel, na rua Dom Afonso Henrique, no bairro Jardim Alterosas e, minutos depois, os vizinhos escutaram um tiro. “Quando os policiais chegaram ao local, a vítima estava caída ao solo, já sem vida”, explicaram os militares.

Uma prima de Renata disse que o casal já estava separado há mais de um mês. Segundo ela, o motivo do crime seria o ciúmes de Julcimar. “Ele é uma pessoa boa, mas muito ciumento. Antes de ser morta, ela estava em casa, com o filho mais novo, e ele ligou pedindo que ela fosse ajudá-lo no bar. Ela foi e, na volta, infelizmente, aconteceu essa tragédia. Ele deu um tiro nas costas dela e tentou atirar na cabeça dela, mas a arma falhou”, lamentou.

Já a irmã de Julcimar contou que ele tinha depressão e que sofria de esquizofrenia. “Antes de cometer o crime e me disse que ela confessou que estava traindo ele”.

Renata foi encaminhada para o Instituto Médico Legla (IML) da cidade e o suspeito foi levado ao Ceresp de Betim.

Balanço

Até o fechamento desta edição, de acordo com informações da Delegacia de Homicídios de Betim, dez pessoas haviam sido assassinadas no mês de junho no município.

 

Pai é suspeito de matar genro

 

Já no bairro Jardim Alterosas 2ª Seção, a insatisfação de um pai com relação ao namoro da filha, uma menor de 14 anos, pode ter sido o motivo do assassinato de um jovem de 17 anos, no fim da noite de ontem.    A garota contou a polícia que o pai, Jackson Machado Nascimento, de 39 anos, não aprovava seu relacionamento com o jovem. Por causa disso, segundo ela, eles teriam discutido e o suspeito teria a agredido com tapas no rosto. “A menor contou ainda que, logo depois da briga, o pai pegou um revólver calibre 38, que guardava em uma sapateira, e saiu de casa dizendo que ia matar o rapaz”, revelaram os policiais militares.    O adolescente de 17 anos foi morto na rua Cravos, com dois tiros na cabeça e um no rosto. O suspeito fugiu logo depois em um Fiat Uno azul, porém, ainda não foi encontrado pelos militares do 33º Batalhão da Polícia Militar da cidade.   A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Betim e o crime será investigado pela Homicídios.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave