Polícia Civil prende 12 cambistas em Brasília

Presos são poloneses, argentinos, holandeses e brasileiros. Eles tentavam vender cerca de 500 ingressos

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu 12 cambistas na porta do estádio Mané Garrincha, em Brasília, palco da disputa entre Brasil e Camarões, que tentavam vender cerca de 500 ingressos.

De acordo com a polícia, os presos são poloneses, argentinos, holandeses e brasileiros. Com eles, foram encontrados R$ 20 mil e cerca de US$ 3.000.

Desde o início da Copa, pelo menos 104 cambistas foram presos tentando revender ingressos em nove das 12 cidades sedes da Copa.

De acordo com a Lei Geral da Copa, a venda de ingressos é considerada contravenção penal. A lei proíbe a venda de entradas por pessoas e empresas não credenciadas pela Fifa.

Leia tudo sobre: CambistasBrasiliapresosfutebolCopa do Mundopolícia