Brasil confirma primeiro lugar e vai enfrentar o Chile no Mineirão

Goleada brasileira sobre camaroneses teve show de Neymar, que, jogando no estádio que leva o nome de Garrincha, teve atuação digna do Mané. Que venham os chilenos em BH no próximo sábado!

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro e Guilherme Guimarães |

BRASÍLIA. O torcedor mineiro já pode separar a camisa, cuidar bem da garganta e preparar o coração, pois o Brasil se garantiu em primeiro lugar no grupo A e vai ao Mineirão para enfrentar o Chile no próximo sábado, às 13h, pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

O Gigante da Pampulha terá a oportunidade de receber a seleção brasileira pela primeira vez em confrontos da principal competição internacional. Isso graças à goleada pelo placar de 4 a 1 sobre Camarões no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Porém, o passaporte para jogar em terras mineiras rumo ao hexa não foi carimbado com tanta facilidade quanto se esperava, principalmente no primeiro tempo. Para quem pegou uma equipe camaronesa já eliminada, faltaram algumas coisas.

Cada ataque de Camarões causava arrepio nos torcedores e aumentava o nervosismo dos atletas. Mas o apoio vindo das cadeiras foi exemplar. Apesar de ainda faltar mais empolgação e músicas, a torcida foi companheira do time, mesmo nas adversidades.

E o camisa 10 brasileiro estava disposto a presentear o público. No estádio que leva o nome de Garrincha, parecia até que o espírito do Mané havia baixado no corpo de Neymar. Brincou, driblou, correu, cabeceou, passou, marcou e, principalmente, fez gols.

Foram duas comemorações de Neymar, que carregou o time nas costas nos momentos mais difíceis e foi ovacionado pela torcida quando foi substituído por Willian. Uma atuação digna de um forte concorrente ao prêmio de melhor jogador da Copa.

No aquecimento pré-Mineirão, ainda faltava Fred desencantar. O camisa 9 acabou cumprindo a profecia que seu pai fez na véspera do jogo. Seu Juarez garantiu no voo de Belo Horizonte para Brasília que o filho acabaria com o jejum nesta partida. Dito e feito.

Se no ano passado o mineiro fez gol no Gigante da Pampulha contra o Uruguai pela semifinal da Copa das Confederações, marcando território, a esperança é de que o atacante volte a usar a frase de 2013, mas agora contra o Chile: “Aqui em casa quem manda sou eu”.

Para fechar a conta, um gol que pode e deve mudar a escalação titular para a sequência. Diante de mais uma atuação fraca de Paulinho, Felipão deu chance a Fernandinho, que não decepcionou. O camisa 5 entrou bem e ainda marcou um belo gol finalizando a goleada.

CAMARÕES 1 X 4 BRASIL

Motivo: 3ª rodada do grupo A Estádio: Mané Garrincha, em Brasília (DF) Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia) Gols: Neymar (16’/1ºT e 34’/1ºT), Fred (4’/2ºT) e Fernandinho (38'/2ºT); Matip (25’/1ºT) Cartões amarelos: Enoh, Sali e Mbia (CAM) Público: 69.112

CAMARÕES Itandje, Nyom, Nkoulou, Matip e Bedimo; Nguemo, Mbia e Enoh; Choupo Moting (Makoun), Moukandjo (Sali) e Aboubakar (Webo) Técnico: Volker Finke

BRASIL Julio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho (Fernandinho), Oscar, Hulk (Ramires) e Neymar (Willian); Fred Técnico: Luiz Felipe Scolari

Leia tudo sobre: BRASILCAMARÕESMANÉ GARRINCHABRASÍLIACOPA DO MUNDO