'Tião Bandeira' espera levar símbolo nacional para o Mineirão

Torcedor mandou confeccionar bandeira nacional gigante para percorrer cidades em que o Brasil jogar na Copa do Mundo e permitir ao público deixar sua assinatura registrada em sua relíquia

iG Minas Gerais | FELIPE RIBEIRO E GUILHERME GUIMARÃES |

Tião confeccionou a bandeira de 8 m x 11 m para que torcedores brasileiros deixem suas assinaturas
Webrepórter/Felipe Ribeiro
Tião confeccionou a bandeira de 8 m x 11 m para que torcedores brasileiros deixem suas assinaturas

BRASÍLIA. Em qualquer cidade da Copa do Mundo haverá sempre histórias inusitadas de amor à seleção brasileira e ao futebol. Uma delas estará presente em todas as sedes em que o time verde-amarelo jogar na competição mundial.

"Tião Bandeira" mora em São Caetano do Sul (SP), mas já percorreu mais de 4.000 quilômetros pelo Brasil durante o torneio deste ano. E, se tudo der certo para a equipe de Felipão, muito chão ainda será pisado pelo torcedor canarinho.

O paulista mandou confeccionar uma bandeira do Brasil de 8 m x 11 m em 2011 e, desde então, vem recolhendo assinaturas nela em vários jogos da seleção. Neste Mundial, ele estará presente em todas as sedes em que o time jogar.

Depois de São Paulo e Fortaleza, ele desembarcou em Brasília para Camarões x Brasil. O pensamento, no entanto, já está no próximo destino, o das oitavas de final, e ele espera se dirigir para Belo Horizonte já nos próximos dias.

"Eu já mantive contato com um amigo meu que mora em Belo Horizonte para ir para lá e estou confiante que vou para lá levar a bandeira para os mineiros assinarem no Mineirão. Tem tudo para ser uma grande festa", contou "Tião Bandeira".

Apesar de estar em todas as sedes de jogos do Brasil, ele não deve ver nenhuma das partidas dentro do estádio, já que não foi possível comprar ingresso. Para ele, fazer a festa dos torcedores do lado de fora vale tanto quanto entrar.

"Essa é uma festa diferente. Estou levando aos torcedores a oportunidade de registrar presença na Copa do Mundo no Brasil. Claro que eu gostaria de ver um jogo dentro, mas já fico muito satisfeito do lado de fora com a torcida", disse Tião.

Leia tudo sobre: Tião BandeiraBandeiraBrasilCopa do MundoMané GarrinchaBrasília