Na despedida, torcida espanhola é minoria e alvo de piadas em Curitiba

Na Arena da Baixada, Espanha e Austrália protagonizam duelo dos eliminados do Grupo B da Copa do Mundo

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Espanhóis e australianos se enfrentam na Arena da Baixada. A cor amarela tomou as arquibancadas do estádio
Reprodução Twitter
Espanhóis e australianos se enfrentam na Arena da Baixada. A cor amarela tomou as arquibancadas do estádio

A torcida espanhola é minoria em Curitiba e ainda alvo de brincadeiras na despedida da equipe na Copa do Mundo. O time espanhol enfrenta a Austrália, que também está eliminada.

Os poucos espanhóis que se aventuraram a ir à Arena da Baixada são provocados por brasileiros com gritos de "Chile!" e "Adiós, Espanha". Alguns tiram fotos fazendo sinal de negativo ao lado dos espanhóis. Eles levam na brincadeira.

"Hoje eu vim para conhecer alguma australiana bonita", diz o gerente Rubén Fraile, 29, que é espanhol e mora em Curitiba há dois anos. "Infelizmente, é um amistoso. Não vou nem gritar hoje. Vou assistir ao jogo como se estivesse num teatro."

O gaúcho Juarez Oliveira, 61, levou uma faixa de provocação. "O touro espanhol era vaca e foi para o brejo. Adiós, Ex-panha". Não deixaram que ele entrasse no estádio.

"Falaram que era ofensivo. Eles jogam banana no Daniel Alves e a gente não pode entrar com isso. É só uma brincadeira", disse.

Os espanhóis, apesar de entrarem na brincadeira, também manifestavam desânimo. "Eu tenho medo. A Austrália está jogando melhor. Acho que vai dar 2 a 1", dizia o gestor cultural Carlos Igareda, 34.

"Não diga isso, nem escreva isso", respondia o amigo Carlos Muñoz, 26. "Torcida é torcida."

AUSTRÁLIA

A torcida australiana, em maior número, era outra vibração. De amarelo, se misturava aos torcedores brasileiros e parecia encher o estádio.

"Estamos muito orgulhosos, eles jogaram muito", disse o universitário Tim Horan, 29. "Seria histórico bater a Espanha hoje."