Campeão mundial em 2006, Pirlo diz que jogo contra o Uruguai é 'final'

Vencidas por Costa Rica, seleções quer brigam por vaga encaram duelo como o mais importante da Copa

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

DIVULGAÇÃO / SITE UEFA
undefined

Campeão mundial com a Itália na Copa de 2006, vice da Euro em 2012 e diversas vezes campeão italiano por Milan e Juventus, o meia Andrea Pirlo, 35, disse que a partida contra o Uruguai, na terça-feira (24), em Natal, é como uma decisão.

"Esse jogo seria comparável a uma semifinal ou a uma final", disse o italiano nesta segunda (23), antes do treino de reconhecimento do gramado da Arena das Dunas.

Já o técnico Cesare Prandelli foi mais enfático. "Esse é o jogo mais importante da minha carreira profissional", disse o treinador de 56 anos que assumiu o comando da Itália após a Copa de 2010.

O jogo desta terça decide a segunda vaga do Grupo D nas oitavas de final do Mundial. A Costa Rica, com duas vitórias justamente contra estes rivais, já está garantida. Uruguai e Itália, cada um com uma vitória contra a Inglaterra, decidem quem segue na competição. Os italianos, com melhor saldo de gols, jogam pelo empate.

"Claro que [ser eliminado] seria uma grande decepção para mim como para todo o time, mas não é algo que consideramos, estamos nos preparando para que isso não aconteça", afirmou o comandante do meio de campo italiano.

Pirlo já havia dito que esta é sua última Copa. No entanto, não quis falar sobre uma possível aposentadoria da seleção.

"Espero ganhar e continuar avançando, não passou pela cabeça e nem vai passar. O objetivo é ganhar e continuar no torneio. Jogar com essa camisa é a coisa mais maravilhosa", concluiu Pirlo. Chove em Natal desde a madrugada desta segunda-feira. A previsão para a partida, às 13h de terça, também é de chuva.

Leia tudo sobre: pirlotiáliaseleção italianauruguaiprandellicopa do mundogrupo da morte