Mulher é presa com crack, cocaína e maconha na vagina em presídio

Uma outra mulher foi detida por ser a responsável pela droga; suspeitas são mulheres de detentos que ficam em uma mesma cela

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Duas mulheres foram presas, suspeitas de tráfico de drogas, enquanto visitavam companheiros presos no Presídio Regional de Montes Claros, no bairro Novo Jaraguá, no Norte de Minas, nesse domingo (22). Crack, cocaína e maconha foram encontrados na vagina de uma das suspeitas durante revista. A outra seria proprietária da droga.

Agentes penitenciários chamaram à Polícia Militar (PM) após perceberem que durante revista de rotina à visita aos presos no presídio, Maria de Fátima Alves de Araújo, 36, demonstrou nervosismo e inquietação. Ao passar pela revista íntima, foram encontrados dentro da vagina dela 62 pedras de crack, um papelote de cocaína e dois pacotes grandes com maconha.

A suspeita é companheira do detento Rafael Souza Flores, preso no pavilhão "B", que sofre ameaças do preso Félix Cardoso Fagundes, que está detido na mesma cela, segundo a mulher. Maria de Fátima ainda contou que quem levou a droga para ela foi Dayane Batista Nunes, 26, mulher do detento Fagundes, que foi localizada no presídio. As suspeitas foram conduzidas para a delegacia. Os celulares das mulheres foram apreendidos e entregues junto com as drogas.

Leia tudo sobre: vaginamaconhacrackcocaínamulherespresídio