Técnico dos EUA refuta ideia de 'amistoso' contra Alemanha

Um empate entre americanos e alemães classifica as duas seleções e despacha Portugal da Copa do Mundo

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

O gol de Varela que deu o empate a Portugal contra os EUA, nos últimos segundos de partida, abre margem para uma situação curiosa no Grupo G desta Copa do Mundo. Alemanha e EUA lideram o grupo com quatro pontos cada e vão se enfrentar na rodada derradeira, no Recife. Caso o jogo termine empatado, as duas seleções estarão classificadas para as oitavas de final. E o técnico da seleção americana é o alemão Jürgen Klinsmann. "As duas equipes vão entrar neste jogo para ganhar. Nós queremos ganhar, seguir adiante e chegar a sete pontos, para ficarmos numa boa situação para as oitavas", disse o treinador. Ele elogiou o desempenho do seu time, apesar do gol sofrido nos últimos segundos. "Futebol às vezes é muito cruel. Mas quem viu o jogo de hoje agora sabe que podemos surpreender qualquer seleção desta Copa", disse. Os jornalistas, porém, insistiram na ligação entre o treinador e seu país, e a possibilidade de um jogo de "compadres" na última rodada. Um deles perguntou como Klinsmann reagiria caso o treinador da Alemanha, Joachim Löw, sugerisse uma partida 'amistosa' para que as duas seleções se classifiquem. "Isso não existe. Ele faz o trabalho dele, somos bons amigos, e eu faço o meu trabalho. Meu trabalho é chegar às oitavas de final com uma boa classificação, e é o que eu vou fazer. Não é hora de amizades, apenas de negócios." "Não estou pensando no que vai acontecer na cabeça das outras pessoas. Vamos dar o melhor de nós, lutar bravamente. Temos esse espírito de luta, essa energia, determinação de jogar bem. Vamos entrar no jogo do Recife com grandes ambições. E vamos ganhar da Alemanha, é a nossa meta."