Uruguai se despede deSete Lagoas e vai a Natal

iG Minas Gerais | Victor Martins |

Em campo. No último treino na Arena do Jacaré, nesse domingo pela manhã, o atacante Suárez é observado pelos companheiros da seleção uruguaia
BRUNO MAGALHÃES
Em campo. No último treino na Arena do Jacaré, nesse domingo pela manhã, o atacante Suárez é observado pelos companheiros da seleção uruguaia

Durante 14 dias, a delegação do Uruguai ficou em Sete Lagoas, preparando-se para os três jogos da primeira fase da Copa do Mundo. A estadia em Minas Gerais terminou ontem. Pela manhã houve o último treino na Arena do Jacaré e, depois, uma despedida no JN Resort, onde a delegação ficou hospedada. Embora não tenha disputado nenhuma partida no Mineirão, ainda, os uruguaios optaram pelo interior do Estado por conta da tranquilidade.

No último treino em solo mineiro, o técnico Óscar Tabárez fechou os portões. O zagueiro e capitão Diego Lugano continua fora da equipe. O experiente defensor de 33 anos está com dores no joelho esquerdo e já foi desfalque na rodada anterior, quando o Uruguai venceu a Inglaterra, por 2 a 1, em São Paulo.

Assim, a única alteração no time que bateu os ingleses deve ser o retorno do lateral-direito Maxi Pereira, que foi expulso na primeira rodada. O técnico Óscar Tabárez confirma o retorno de Pereira. “Titularidade é uma oportunidade que se dá ao jogador de defender dentro de campo. O Maxi Pereira é um jogador que está no DNA da seleção e sua presença não depende da expulsão.”

No jogo de amanhã em Natal, às 13h, o Uruguai precisa ganhar, já que os italianos jogam pelo empate. Caso confirme a classificação, a delegação celeste vai seguir para a cidade em que for jogar nas oitavas. Caso termine em primeiro, na próxima fase o jogo está previsto para Recife. Já se ficar em segundo, o Uruguai vai jogar no Rio de Janeiro. Neste grupo D, apenas a Costa Rica já tem vaga garantida, o que faz o duelo entre Uruguai e Itália ser um jogo de mata-mata antecipado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave