Holanda ou Chile, quem vai jogar em BH?

iG Minas Gerais | Victor Martins |

Capitaneados por Robben (à frente), holandeses esperam que, em 2014, a conquista da Copa do Mundo não bata na trave, como ocorreu em 2010
Piervi Fonseca
Capitaneados por Robben (à frente), holandeses esperam que, em 2014, a conquista da Copa do Mundo não bata na trave, como ocorreu em 2010

São Paulo. Embora as duas seleções já estejam classificadas, o duelo ente Holanda e Chile, nesta segunda, às 13h, no Itaquerão, em São Paulo, tem muita coisa em jogo. Com seis pontos cada, holandeses e chilenos disputam a liderança do grupo B. Quem ficar em segundo jogará em Belo Horizonte, dia 28, nas oitavas de final, contra o primeiro do grupo do Brasil. Como ninguém deseja em sã consciência enfrentar o anfitrião da festa logo nas oitavas de final, terminar a fase de grupos na liderança tem ainda mais peso, embora os dois treinadores neguem esse medo. Por conta do saldo de gols, cinco contra quatro, os holandeses jogam pelo empate. “Nós não vamos decidir se enfrentaremos o Brasil. Se for o Brasil, jogaremos. Se não for, seguiremos outro caminho”, disse Jorge Sampaoli, técnico do Chile, que, por ser argentino, não deve lembrar que o Brasil foi o carrasco chileno nas últimas duas Copas que o país disputou, em 1998 e 2010, sempre nas oitavas. Se os chilenos dizem não temer o Brasil, o técnico da Holanda tem uma posição bem mais polêmica. Contrariado com o nível da arbitragem na Copa do Mundo, Louis Van Gaal diz que o Brasil deve não querer enfrentar a Holanda logo nas oitavas de final. “É claro que o Brasil não deve querer enfrentar a Holanda. Marcamos gols. E gols fantásticos. Quero ser sempre o primeiro do grupo. Isso não tem nada a ver com o Brasil especificamente”.

Técnicos reclamam do horário e do gramado São Paulo. Apesar de se tratar de um jogo tão importante, Holanda e Chile podem não ter força máxima em campo. No caso da equipe europeia, essa é uma situação já definida. O artilheiro Van Persie, que marcou três gols neste Mundial, está suspenso. “O Van Persie é muito importante, não só por ser um artilheiro, mas também como nosso capitão”, lamentou o técnico Louis Van Gaal. Outro desfalque certo para a Laranja é o zagueiro Martins Indi, que sofreu uma concussão no triunfo diante da Austrália. Van Gaal também reclamou dos horários dos jogos desta segunda, uma vez que a seleção brasileira já poderá jogar sabendo quem vai pegar nas oitavas de final por jogar mais tarde. Já no Chile, Jorge Sampaoli tem dúvidas. Com dois jogadores pendurados, o treinador pode poupar titulares. Arturo Vidal, Charles Aránguiz e Eugenio Mena podem ficar fora do confronto com a Holanda. Assim, Valdívia aparece cotado para começar o jogo, caso Sampaoli preserve algum titular. O técnico reclamou ontem do gramado do Itaquerão, onde sua equipe pega a Holanda. “O piso está totalmente deteriorado”, disse.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave