PT vai focar a segurança, já os tucanos, a continuidade

Chapas rivais estão reunindo demandas para formular planos de governo para campanha

iG Minas Gerais | Guilherme Reis |

Programa de Fernando Pimentel ainda está em fase de construção
Mariana Viel / DIVULGACAO 15.5.2014
Programa de Fernando Pimentel ainda está em fase de construção

Os problemas de segurança pública em Minas Gerais estimulam o PT a lançar o plano de governo para a disputa do Executivo estadual focado mais no tema do que em desenvolvimento social, que é a principal diretriz das propostas petistas em todo país. O PSDB, no poder há 12 anos no Estado, apesar de ressaltar que as propostas para essa eleição passam por educação e infraestrutura, deve lançar propostas parecidas com as de 2010, com o objetivo de garantir “o que está dando certo”. Os dois candidatos ao governo do Estado, Fernando Pimentel (PT) e Pimenta da Veiga (PSDB), têm cumprido o mesmo ritual pré-campanha: percorrer municípios e conversar com lideranças locais. Apesar da estratégia comum, os planos de governo dos rivais focarão temas diferentes. O presidente do PSDB de Minas, Marcus Pestana, explicou que a proposta a ser apresentada por Pimenta vai se somar ao que tem sido oferecido ao Estado ao longo dos últimos anos com pontos de inovação. “Temos que combinar linhas de continuidade com inovação. A população quer mais educação, saúde e segurança. E parte desse desenvolvimento passa pela melhora da infraestrutura.” Em 2010, o programa lançado por Antonio Anastasia (PSDB) tinha o foco na melhoria do sistema de infraestrutura e dos serviços públicos. Pestana ressaltou que os planos de governo lançados pelo senador Aécio Neves (PSDB), enquanto governador de Minas, foram “influências evidentes” na formulação das propostas de Antonio Anastasia, há quatro anos, e, agora, de Pimenta da Veiga, neste ano. Já a oposição, formada por PT-PMDB, deve alterar as diretrizes programáticas em relação a 2010, quando a chapa encabeçada por Hélio Costa (PMDB) construiu suas propostas baseadas no desenvolvimento social. Desta vez os aliados vão usar a segurança pública como ponto nevrálgico das promessas, explicou o presidente do PT em Minas, Odair Cunha. “Todo o Estado está reclamando da precariedade da segurança. É um problema que os tucanos não resolveram”, disse.

Há quatro anos... PMDB. Em 2010, o então candidato ao governo do Estado Hélio Costa (PMDB) lançou seu plano de propostas no dia 15 de junho, às 15 horas e 15 minutos e com 15 razões para votar na chapa montada com os petistas. PSDB. O candidato do PSDB na última eleição estadual, o ex-governador Antonio Anastasia, construiu seu plano de governo com 365 compromissos feitos com o eleitorado. O trabalho foi organizado por 150 especialistas e profissionais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave