A divina comédia de Dalí

Exposição em Belo Horizonte trará obras do pintor espanhol baseadas na obra de Dante

iG Minas Gerais |

“O Anjo Caído”. Gravura é uma das que estarão em exposição na AML
Reprodução
“O Anjo Caído”. Gravura é uma das que estarão em exposição na AML

No dia 18 de julho a Academia Mineira de Letras (rua da Bahia, 1.466, bairro Funcionários) recebe a mostra “Dalí – A Divina Comédia”, com cem ilustrações do mestre do surrealismo, Salvador Dalí, para uma das principais obras da literatura universal, “A Divina Comédia”, de Dante Alighieri.

Salvador Dalí (1904-1989) criou uma centena de aquarelas – uma para cada um dos poemas épicos que compõem a obra – entre 1950 e 1960, por encomenda do governo italiano, no âmbito das comemorações dos 700 anos do nascimento de Dante (1265-1321).

As gravuras percorrem a viagem imaginária do poeta, desde os círculos infernais, acompanhado por Virgílio, até ao centro da terra, onde encontra Lúcifer. Depois, regressando à superfície terrestre, sobe a montanha do purgatório para, guiado pela sua amada Beatriz, ser admitido no paraíso.

A proposta visual da exposição respeitou a estrutura sequencial dos cantos do “Poema Sagrado de Dante”. A primeira sala é dedicada ao Inferno, com 34 imagens que retratam o tema, um segundo espaço corresponde ao Purgatório, composto por 23 imagens criadas por Salvador Dalí, e o terceiro espaço, ao Paraíso, com 33 quadros. Proveniente de uma coleção privada da Espanha, o acervo de gravuras pretende conduzir o público a uma viagem a partir desse diálogo enriquecedor entre literatura e artes visuais entre dois dos mais importantes artistas de cada gênero.

A exposição “Dalí – A Divina Comédia” poderá ser visitada de quarta-feira a domingo, das 9h às 19h. A entrada será gratuita.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave