Van Gaal critica comportamento da imprensa holandesa

Para o técnico, os profissionais têm "jogado contra a Holanda nesta Copa"

iG Minas Gerais | Folha Press |

Após duas grandes exibições na Copa do Mundo e a vaga antecipada nas oitavas de final, o técnico da Holanda, Louis van Gaal deveria estar contente. Mas não está.

O principal motivo é a imprensa holandesa. O treinador iniciou a entrevista coletiva, na manhã deste domingo (22), no Itaquerão, com uma bronca nos jornalistas de seu país.

Para ele, os profissionais têm "jogado contra a Holanda nesta Copa". Citou que, apesar de seus esforços para esconder a escalação do time e realizar treinos fechados, os jornalistas de seu país têm "driblado" as regras e divulgado tudo sobre a equipe laranja.

"Não tivemos a compreensão de todos. Mesmo com todos nossos esforços, a imprensa holandesa revela tudo que fazemos e isso atrapalha nosso trabalho. Eu lamento. É um momento importante da seleção e nós [seleção e imprensa] deveríamos estar do mesmo lado", disse Van Gaal.

O jornal "De Telegraaf", um dos mais importantes do país, por exemplo, conseguiu filmar parte do treino realizado pela Holanda, no sábado, no Pacaembu. A atividade foi realizada com portões fechadas para a imprensa e serviu para o treinador testar seus titulares.

Uma matéria extensa do periódico descreve como a seleção deve atuar diante do Chile, nesta segunda-feira (23), às 13h, no Itaquerão, na última rodada do Grupo B na Copa. O treinador aproveitou a pergunta de um jornalista brasileiro, que citou o futebol holandês como um dos mais ofensivos, para voltar a criticar a imprensa de seu país.

"Você [jornalista] disse que jogamos ofensivamente. Não viemos para Copa com esse objetivo. Até concordo com sua avaliação, mas a mídia holandesa precisa se convencer também", alfinetou.

Em outro momento, Van Gaal foi questionado sobre a possibilidade de enfrentar o Brasil já nas oitavas de final. Apesar de a pergunta ter sido feita por repórteres de várias nacionalidades, ele também não gostou.

"Qualquer comentário pode estimular ou provocar o oponente e não quero fazer isso. Nós precisamos de todos os recursos possíveis. Prefiro apenas manifestar que estou satisfeito com nossa campanha na Copa do Mundo", disse o treinador.

Se derrotar o Chile na segunda (23), a Holanda vai encarar o segundo colocado do Grupo A, que tem Brasil, Croácia, México e Camarões -este último já está eliminado.

Leia tudo sobre: Van Gaalimprensa holandesa