Aliança com tucanos é defendida

iG Minas Gerais | Flávia Carneiro |

Os socialistas depositam muita confiança na candidatura de Kalil
Breno Nunes/Divulgação
Os socialistas depositam muita confiança na candidatura de Kalil

O presidente do PSB, deputado federal Júlio Delgado, explicou porque defendeu a tese de delegar à Executiva Estadual do PSB, que ele preside, a decisão sobre a candidatura própria ao governo de Minas. Segundo ele, se a definição fosse dada ontem, durante a convenção estadual, as negociações relativas às alianças com outros partidos seriam prejudicadas, especialmente no que diz respeito às eleições proporcionais.   

Entretanto, Delgado admitiu que os deputados estaduais do PSB e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, defendem a união do partido com o PSDB. “Mas também não vamos entrar nessa aliança com os tucanos para pegar a segunda suplência de senador”, afirmou, deixando entender que seu partido quer um espaço importante na chapa majoritária tucana.

Delgado informou ainda que a decisão da executiva será tomada até o dia 29 de junho, data da convenção nacional do PSB, que vai homologar os nomes de Eduardo Campos e Marina Silva ao Palácio do Planalto.

O prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), reafirmou ontem que defende uma aliança com o PSDB ao governo de Minas, mas que “respeita se o partido decidir pelo lançamento da candidatura própria no Estado”. Lacerda disse que os tucanos são seus aliados históricos e que foi feito, no passado, um acordo de aliança entre os dois partidos, como já foi feito em outros Estados, como São Paulo. “Por que em Minas seria diferente desses Estados que aprovaram o apoio aos tucanos?”, questionou. O prefeito passou pela convenção estadual do PSB, ontem, mas não votou nas deliberações finais. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave