Cúpula vai decidir destino do PSB

Em encontro, realizado nesse sábado, uma comissão foi formada para definir se haverá nome próprio

iG Minas Gerais | Flávia Carneiro |

Adiado. Em votação simbólica, delegados do PSB decidem deixar nas mãos da executiva estadual a definição para as eleições deste ano
FOTO: Breno Nunes/Divulgação
Adiado. Em votação simbólica, delegados do PSB decidem deixar nas mãos da executiva estadual a definição para as eleições deste ano

Essa foi a decisão da convenção estadual do PSB, realizada nesse sábado em Belo Horizonte. O encontro foi marcado por divergências entre os integrantes da Rede Sustentabilidade – movimento que se abrigou dentro do PSB após a decisão da ex-senadora Marina Silva de filiar-se à legenda – e os outros filiados. Há meses, a Rede tentava emplacar o nome do ambientalista Apolo Heringer como candidato do PSB ao Palácio Tiradentes, o que não aconteceu.  

Apolo Heringer ficou revoltado com o resultado da convenção e garantiu que irá desfiliar-se do PSB e que a Rede Sustentabilidade não vai apoiar os socialistas em Minas.

Os delegados do PSB que participaram da convenção votaram, de forma simbólica, aprovando a proposta de delegar a decisão sobre a eleição para uma comissão, que será composta por integrantes da executiva estadual, representantes dos deputados estaduais do PSB, dos pré-candidatos à Assembleia Legislativa e à Câmara Federal e dos conselhos setoriais do partido.

Apenas quatro delegados votaram contra essa proposta. Cerca de 120 deles participaram do encontro, que aconteceu na sede do Conselho Regional de Engenharia (CREA-MG).

Apolo, que só teve permissão para se pronunciar ao fim da reunião, afirmou, em seu discurso, ter vergonha dessa democracia “baseada na troca de favores e focada em interesses pessoais”. Ele disse que acreditava que o candidato do PSB ao Palácio do Planalto, Eduardo Campos, e sua vice, Marina Silva estavam sendo sinceros sobre a apresentação de uma terceira via para os eleitores brasileiros. “Mas pelos resultados das últimas convenções, que só decidem pela formação de coligações, vejo que estava errado”, afirmou o ambientalista.

Heringer informou que não teve acesso aos nomes dos delegados que votaram na convenção. Segundo ele, a informação foi negada pelo presidente estadual do partido, deputado federal Júlio Delgado, que, por sua vez, garantiu ter entregado a ele a relação dos militantes com direito a voto no encontro.

Visivelmente irritado, Apolo disse que tem 71 anos, foi preso duas vezes na época da ditadura militar, ficou exilado, é médico, escritor e nunca participou de nenhuma “sacanagem”. Ele disse ainda que “estão cassando seus direitos políticos mais uma vez”. Ele se filiou ao PSB quando a Rede se integrou ao partido.

PCdoB aprova chapa petista Militantes do PCdoB lotaram nesse sábado o plenário da Assembleia Legislativa de Minas para também realizar a convenção estadual do partido. Os comunistas homologaram o apoio ao candidato do PT ao governo de Minas, o ex-ministro e ex-prefeito Fernando Pimentel e seu vice, Antônio Andrade (PMDB). O nome de Josué Alencar (PMDB) como candidato ao Senado também foi confirmado. Foram aprovados ainda os nomes dos candidatos que irão compor a chapa do PCdoB para os cargos de deputados estadual e federal. A chapa ainda contará com os candidatos do PT.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave