Suíça tenta tirar lições neste início de Copa do Mundo

Conhecida como uma equipe de forte sistema defensivo, seleção helvética levou seis gols em dois jogos no torneio

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Na Arena Fonte Nova, em Salvador, França goleou a Suíça por 5 a 2, pela Copa do Mundo 2014
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Na Arena Fonte Nova, em Salvador, França goleou a Suíça por 5 a 2, pela Copa do Mundo 2014

Salvador (BA). Vista pelos adversários como um time dono de uma defesa forte, a Suíça vem se mostrando frágil neste aspecto na Copa do Mundo. Foram seis gols sofridos em duas partidas, sendo que cinco dos tentos se deram no jogo contra a França.

Os helvéticos sabem que o aproveitamento do setor defensivo está fraco, mas pregam a calma para trabalhar e melhorar neste sentido.

“Deixamos muitos espaços nesse jogo (goleada da França, por 5 a 2) e vamos corrigir. Temos jogadores de contenção no meio-campo. Foi uma derrota coletiva”, destacou o meio-campista Fernandes, que não foi acionado nos dois primeiros duelos.

O volante ainda não sabe se terá uma chance de começar jogando contra Honduras, na quarta-feira, às 17h, na Arena da Amazônia, mas está confiante em ver o time voltando a atuar bem.

“Temos que recuperar a energia e a força para ganhar de Honduras, em um jogo capital”, definiu.

Perguntado como deveria ser o comportamento da Suíça numa eventual partida de oitavas de final contra a Argentina, que deve se classificar como primeira colocada do grupo F, Fernandes se esquivou.

“Não estamos nas oitavas de final, não estamos lá ainda. Temos que ganhar de Honduras e fazer um jogo que nos dê garantia de fazer os três pontos e a classificação”, ponderou.

Leia tudo sobre: SuiçaFrançaFernandes