‘Império’ terá disputa de poder

Escrita por Aguinaldo Silva, próxima novela das nove contará com duas grandes vilãs

iG Minas Gerais |

Atriz Leandra Leal, que está de cabelos longos, interpretará a mocinha da trama
AgNews
Atriz Leandra Leal, que está de cabelos longos, interpretará a mocinha da trama

Setenta anos completos – a data foi comemorada ontem, com festa em Lisboa –, Aguinaldo Silva já deixou seu apartamento em Copacabana e o mar à sua frente para cruzar o Atlântico. Vai fugir da Copa. Busca sossego em Lisboa, em Portugal, onde tem casa, para escrever as linhas que ocuparão o horário nobre a partir de 21 de julho.

“Império”, título do novo folhetim, segue o gênero novelão. O argumento parte da disputa do poder em família, e o elenco reserva duas grandes vilãs – Lilia Cabral e Drica Moraes. José Mayer, quase um talismã do autor em suas novelas, fará seu primeiro gay. A mocinha será missão para Leandra Leal.

Antes de partir, Aguinaldo deu sua primeira entrevista sobre “Império”. “É a história da luta pelo poder dentro de uma família que saiu do nada. O chefe da família recebeu uma comenda do governo e é respeitosamente chamado de comendador. Na novela, esse homem, em algum momento, vai entregar o poder a um dos três filhos – dois homens e uma mulher –, e a favorita dele é a moça. Isso gera uma tensão porque a esposa tem outro favorito, o filho mais velho. É poder e paternidade, e como a posse e os bens influem na felicidade de uma família”, afirma o autor.

Aguinaldo diz que se trata de um “novelão reciclado” e explica: “Tem que ter rapidez, não pode mais fazer cenas longas, que as pessoas não suportam mais. Nenhuma cena pode ter mais que uma lauda e meia. Na época do ‘Roque Santeiro’, cheguei a escrever cenas de seis laudas. Hoje, se você fizer isso, levanta todo mundo pra fazer xixi. Então, a linguagem é mais ágil, mas as tramas prevalecem. O segredo da novela é esse: prevalecem as histórias, os escândalos”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave