Identidade oculta na telinha

Malu Rodrigues explora seu lado sensual nas cenas de “Tapas & Beijos”, seriado de humor da Globo

iG Minas Gerais | belisa taam |

“Não podemos ficar robôs e sem frescor. O telespectador não iria aguentar a mesmice”
CZN
“Não podemos ficar robôs e sem frescor. O telespectador não iria aguentar a mesmice”

A voz doce e a serenidade de Malu Rodrigues se contrastam com o seu momento na televisão brasileira. Na pele da ousada Bia de “Tapas & Beijos” – série da Globo protagonizada por Andréa Beltrão e Fernanda Torres –, a atriz de apenas 20 anos confessa se distanciar do jeito despachado da personagem, principalmente nas cenas com o namorado Jurandir, personagem interpretado por Érico Bras. “Sou extremamente tímida e completamente o oposto da Bia, uma jovem muito despojada, mas a sorte é que o texto é bom e nos ajuda a captar a essência verdadeira do papel”, elogia Malu.

Já na quarta temporada da produção global, Malu acredita ter encontrado o tom ideal para a sua personagem. No entanto, ela ressalta a importância de se renovar a cada ano em que o seriado continua no ar. “Não podemos ficar robôs e sem frescor. O telespectador não iria aguentar a mesmice”, opina Malu, ciente dos deveres de um ator, mesmo com os poucos anos de experiência profissional na televisão.

Dividindo seu tempo com alguns espetáculos teatrais, como “Todos Os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, Malu Rodrigues confessa que tem curiosidade e vontade de se inserir na linguagem de novela. “O bom é que é menor e dá para você fazer outras coisas, logo em seguida”, constata ela, comparando as produções da teledramaturgia brasileira com a duração de “Tapas & Beijos”. Preferências

Ator: Johnny Depp Atriz: Fernanda Montenegro Com quem gostaria de contracenar: Hugh Jackman Se não fosse atriz, o que seria: Arquiteta Humorista: Kiko Mascarenhas Novela preferida: “A Favorita”, exibida pela Globo em 2008 Vilão: Carminha, de Adriana Esteves em “Avenida Brasil” Filme: “Moulin Rouge”, de 2001  Livro: “Fim”, de Fernanda Torres  Diretor: Charles Möeller e Claudio Botelho A que gosta de assistir: Séries norte-americanas A que nunca assiste: Futebol 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave