Depois da angústia da partida, o alívio

Na região da Savassi, argentinos comemoram vitória sobre o Irã; depois de viajar mais de 4.000 km, hermano se recusou a pagar US$1.500 pelo ingresso

iG Minas Gerais | Carlos Andrei Siquara |

Maximiliano Rodriguez acredita em uma final entre Argentina e Brasil
Webrepórter Carlso Andrei Siquara
Maximiliano Rodriguez acredita em uma final entre Argentina e Brasil

Maximiliano Rodriguez, 32, pulou da cadeira quando o atacante Lionel Messi fez o gol que garantiu a vitória da Argentina sobre o Irã hoje à tarde no Mineirão. Em um dos bares na região da Savassi, ele acompanhou o jogo angustiado.

“Para mim, só o Messi poderia salvar essa partida”, disse o argentino que afirmou ter ficado com o coração na boca durante toda a partida. “Estava angustiado, mas depois desse gol veio o alívio.  Agora, vamos seguir em frente e ganhar em Porto Alegre”, declarou.

No Brasil há 16 dias, ele viajou mais de 4.000 km num motorhome acompanhado de amigos. Viu a abertura do torneio em São Paulo e torceu pelo time no último domingo no Rio de Janeiro, mas aqui não conseguiu entrar no Mineirão. Por isso, se contentou em assistir à partida na Savassi. “Os ingressos estavam muito caros. Pediram US$1.500”, afirmou, apostando que a final vai ser entre o Brasil e a sua seleção.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave