Após estreia "morna", Bélgica enfrenta a Rússia

Na primeira partida, a Bélgica sofreu para vencer a Argélia por 2 a 1, de virada, no Mineirão

iG Minas Gerais | Folha Press |

Apesar de liderar o Grupo H, a Bélgica ainda precisa mostrar um jogo convincente na Copa-2014 para se firmar como possível candidata a surpresa do torneio. Neste domingo (22), os belgas enfrentam a Rússia, no Maracanã, às 13, de olho em uma vaga nas oitavas de final.

Na estreia, a Bélgica sofreu para vencer a Argélia por 2 a 1, de virada, no Mineirão. O time comandado pelo técnico Marc Wilmots só conseguiu o triunfo após a entrada do meia Fellaini, que anotou de cabeça o gol que definiu o marcador.

"Estávamos muito tensos no início e jogamos mal no primeiro tempo, mas acho que a equipe mostrou personalidade na segunda etapa. Só precisávamos manter a calma e tomar as decisões certas. Foi assim que conseguimos este resultado fantástico", afirmou Fellaini, que ainda não sabe se será titular no Rio.

Maior estrela da Bélgica, o meia Hazard admitiu estar frustrado com o mau desempenho na estreia. Porém, espera que a ansiedade diminua contra a Rússia para que a equipe consiga vencer com mais facilidade.

"O que posso dizer é que estamos tentando melhorar a cada dia para que nosso país sinta orgulho de nós. É isso que faremos mais uma vez contra a Rússia. Eles têm uma forte seleção, será mais um teste de fogo, mas a vitória na estreia nos deu confiança. Acho que entraremos em campo nos sentindo bem e relaxados. Se jogarmos nosso melhor futebol, acho que os torcedores vão gostar de nos ver", declarou.

Para os belgas, uma nova vitória praticamente garante vaga nas oitavas. Porém, a Rússia também precisa do triunfo, já que ficou apenas no empate por 1 a 1 com a Coreia do Sul, na estreia em Cuiabá.

Apesar da falha que culminou no gol coreano, o arqueiro Akinfeev está garantido como titular pelo técnico Fabio Capello. "Temos que esquecer o primeiro jogo. Agora o foco é contra a Bélgica, que é a seleção favorita no grupo e tem jogadores atuando nos maiores clubes da Europa", afirmou o volante Glushakov.

BÉLGICA Courtois; Alderweireld, Van Buyten, Kompany e Vertonghen; Witsel, Dembélé, Hazard, Chadli (Fellaini) e De Bruyne; Lukaku. T.: Marc Wilmots

RÚSSIA Akinfeev; Berezutski, Eshchenko, Ignashevich e Kombarov; Glushakov, Zhirkov, Fayzulin, Shatov e Samedov; Kokorin. T.: Fabio Capello

Estádio: Maracanã, no Rio Horário: 13h Árbitro: Felix Brych (Alemanha)

Leia tudo sobre: BélgicaRússiaCopa do Mundogrupo D