Técnicos citam calor como um fator para explicam alto número de gols

Apenas a Arena Fonte Nova, em Salvador, viu 17 gols em três partidas disputadas neste Mundial

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Na Arena Fonte Nova, em Salvador, França goleou a Suíça por 5 a 2, pela Copa do Mundo 2014
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Na Arena Fonte Nova, em Salvador, França goleou a Suíça por 5 a 2, pela Copa do Mundo 2014

Salvador (BA). A Arena Fonte Nova recebeu, até o momento, três goleadas com vitórias de Holanda (5x1 – Espanha), Alemanha (4x0 – Portugal) e França (5x2 – Suíça), e no restante dos estádios outros placares com uma alta média de gols vem chamando a atenção de todo o mundo.

Um dos motivos para explicar é a alta temperatura enfrentada pelos jogadores durante as partidas em solo brasileiro. Pelo menos esta é uma dos motivos citados pelos técnicos de França e Suíça após vitória dos Bleus por 5 a 2 em terras baianas.

Para o francês Didier Deschamps, outro fator que pode inspirar este alto número de gols é a ofensividade das equipes que vêm disputando o torneio, fato que proporciona ótimas partidas.

“Alguma coisa está inspirando as equipes. É uma Copa aberta, receptiva, com muitos ritmos. Eu não vi todos os jogos. Tem um calor e o organismo é bastante solicitado. As equipes jogam neste ritmo. É um belo espetáculo para o público”, disse Deschamps.

A qualidade e ousadia dos ataques também são apontadas pelo técnico da Suíça, Ottmar Hitzfeld. Para ele, os erros pontuais também estão ocorrendo em demasiado neste Mundial.

“Creio que todos os times vão com coragem para o ataque. Muitos times talvez mostram falta de concentração devido ao calor e, com falta de concentração, não conseguimos correr tanto, coisa que normalmente fazemos, e erros acontecem. Aconteceu isso em vários jogos”, comentou Hitzfeld.

Antes e durante esta Copa no Brasil, jogadores e técnicos já reclamaram de atuar em altas temperaturas, principalmente, nos jogos disputados às 13h.

Leia tudo sobre: calorCopa do Mundodeschampshitzfeldsuicafranca