Socialistas se unem ao PT e PV e querem Romário no Senado

iG Minas Gerais |

Romário será candidato a senador no Rio pela chapa petista
RENATO ARAUJO/Cãmara dep. - 14.10.2013
Romário será candidato a senador no Rio pela chapa petista

RIO DE JANEIRO. Em convenção realizada na manhã de ontem, o diretório estadual do PT no Rio de Janeiro anunciou aliança com o PSB na chapa para a eleição estadual de outubro próximo. A candidatura de Lindbergh Farias (PT) a governador, tendo como vice Roberto Rocco (PV), já era esperada e foi apenas confirmada. 

A novidade é que a chapa terá o atual deputado federal Romário (PSB) como candidato a senador. Até então, a candidata a senadora na chapa seria a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB). O PSB planejava apoiar o deputado federal Miro Teixeira (PROS) ao governo do Rio, mas na última quinta-feira, Teixeira anunciou ter desistido de concorrer ao cargo.

No plano federal, PT e PSB são adversários, já que Eduardo Campos (PSB) vai disputar a Presidência com a presidente Dilma Rousseff (PT).

Na última terça-feira, Eduardo Campos e Romário assistiram o jogo do Brasil contra o México juntos. Nos bastidores, eles teriam conversado sobre a aliança que, se for realmente confirmada, deverá ter como adversário o PMDB de Pezão e do ex-governador Sérgio Cabral. A presidente Dilma não conseguiu unir PT e PMDB no Rio.

Repercussão

Irritado. O deputado federal Alfredo Sirkis (PSB-RJ) chamou a união entre o seu partido e o PT no Rio de “suruba” e “coligação orgiástica”. O desabafo foi feito em seu blog na manhã de ontem.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave