Amazon lança celular com tela 3D para ser uma ‘loja de tudo’

Nos Estados Unidos, custará de US$ 199, em pacote de uma operadora, a US$ 749 desbloqueado

iG Minas Gerais |

Igual, mas diferente. Aparência similar à de outros smartphones esconde novidades como o 3D
Ted S. Warren
Igual, mas diferente. Aparência similar à de outros smartphones esconde novidades como o 3D

SÃO PAULO. Um smartphone que simula imagens tridimensionais sem o uso de óculos. É o Fire Phone, celular da Amazon que o fundador da gigante do varejo online, Jeff Bezos, apresentou nesta semana em Seattle (EUA), onde fica a sede da empresa. Durante a apresentação, Bezos destacou a função Firefly. É um botão específico na lateral do aparelho, que permite a ele identificar 100 milhões de produtos, músicas e filmes, segundo a empresa.

O serviço permitirá adicionar qualquer objeto à lista de compras na Amazon, caso a empresa o tenha para vender. O Fire já está em pré-venda nos Estados Unidos, e deve chegar ao mercado lá no dia 25 de julho. Ainda não há previsão para o Brsil.

A tecnologia que permite ao usuário distinguir a profundidade, chamada Dynamic Perspective, utiliza quatro câmeras frontais para monitorar a posição da pessoa. Com isso, ela pode adicionar perspectiva a qualquer imagem ou vídeo, sem necessidade de uso de óculos especiais. As câmeras captam a direção da cabeça de quem olha, adaptando a imagem em três dimensões na tela ao movimento. Funciona como uma janela para outro ambiente: dependendo da direção do olhar do usuário em relação à tela, o aparelho exibe outra perspectiva da imagem.

O recurso também estará integrado a aplicativos: ao ler um livro no app do Kindle, por exemplo, o usuário pode rolar a página sem precisar tocar na tela, apenas inclinando o aparelho. Em mapas, alterar a perspectiva pode revelar informações sobre um local.

MERCADO DE CELULARES. Com o lançamento, a Amazon entra num mercado disputado, dominado principalmente por Apple e Samsung. Nos Estados Unidos, essas empresas são responsáveis pela maior parte das vendas. Segundo pesquisa publicada pela revista “Business Insider”, donos de tablets Kindle Fire (exclusivos da Amazon) gastam cerca de 30% a mais por lá que consumidores que não possuem o dispositivo. Com um smartphone próprio e o sistema Firefly, a aposta dobra, e a Amazon se aproxima de seu objetivo – tornar-se uma “loja de tudo”.

O Fire Phone, que roda o sistema Fire OS 3.5 (desenvolvido com base no Android), tem tela de 4,7 polegadas e resolução de 1.280 x 720 pixels. A câmera traseira tem 13 Megapixels e estabilizador ótico.

O novo recurso também é capaz de identificar textos escritos em papel, revistas ou cartões de visitas – sendo possível fazer uma ligação, enviar um e-mail ou salvar um contato sem precisar digitar os dados impressos.

Reciclagem inteligente. Nenhuma das tecnologias de reconhecimento oferecidas pelo Firefly é completamente nova. O que muda é a oferta de todas essas possibilidades juntas, em uma só interface, direcionando para um site, a Amazon.

Preços. O modelo chegará à loja virtual por US$ 199 (o equivalente a R$ 445, sem impostos) mediante contrato de dois anos com a operadora AT&T, no próximo dia 25 de julho. Para aqueles que quiserem a versão desbloqueada do aparelho, há duas versões: a com 32 GB de espaço de armazenamento custa US$ 649 (o equivalente a R$ 1.450, sem impostos) e a com 64 GB custa US$ 749 (R$ 1.674, sem impostos).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave