Em manifestação pacífica no Rio, PM prende seis pessoas em 30 minutos

Um dos detidos é o integrante do Mídia Ninja Felipe Peçanha, conhecido como Carioca, mas a PM não informou o motivo da prisão

iG Minas Gerais | Da Redação |

Cerca de 200 pessoas, entre manifestantes e imprensa, se reuniram na praça da Candelária na noite desta sexta-feira (20), no Rio. Em menos de meia hora do protesto, que ocorria de forma pacífica, a PM havia detido seis pessoas após revistá-las. O ato celebrou o aniversário de um ano do maior protesto das jornadas de junho de 2013, em que cerca de 300 mil pessoas se concentraram em frente à prefeitura da cidade.

Segundo o tenente coronel Luis Carlos Segala, do 5º Batalhão, as detenções ocorreram pelos crimes de desacato e por portar máscaras --uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa em 2013 proíbe o uso de máscaras em protestos, mas não especifica qual tipo de crime o mascarado está cometendo. "Quem traz uma máscara como a do 'V de Vingança' não pode estar bem intencionado", disse Segala.

Um dos detidos é o integrante do Mídia Ninja Felipe Peçanha, conhecido como Carioca, mas a PM não informou o motivo da prisão. Ele transmitia a manifestação ao vivo. Os manifestantes presos foram levados para três delegacias --17ª, 21ª e 22ª DPs.

Até o momento, não há mascarados no protesto. A reportagem contou cerca de 150 policiais

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave