Hitzfeld fala em ‘dia negro’ para a Suíça após derrota para França

Técnico helvético, porém, "comemorou" gols de sua equipe no fim do jogo para levantar o moral do time

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Salvador (BA). Depois de uma vitória suada contra o Equador nos minutos finais de partida logo na estreia na Copa do Mundo, a Suíça teve a sua frente o teórico "grande desafio" do grupo, a França, e foi atropelada com o placar final de 5 a 2. Para o técnico helvético, Ottmar Hitzfeld, a equipe suíça teve um "dia negro", cometendo muitas falhas individuais e mostrando descontrole depois de sofrer os gols dos Bleus.

“Estou muito decepcionado com a nossa derrota. Foi um dia negro para nós. Não alcançamos o nosso potencial pleno. Até o primeiro gol deles tivemos um bom início, até melhor do que contra o Equador. Quando a gente joga contra uma equipe clássica, 2 a 0 é terrível para nós”, disse Hitzfeld.

“Foi difícil voltar ao jogo, porque o adversário ficava à espera dos nossos erros e podia fazer contra-ataques. A França então tinha essa vantagem de ‘não querer’ o jogo”, completou.

Contudo, o comandante acredita que os dois gols suíços nos minutos finais de partida foram de grande valia para o terceiro e último confronto do grupo, que decidirá o futuro helvético.

“Tivemos oportunidades, mas não conseguimos marcar no primeiro tempo. Tivemos alguns erros individuais, e aconteceu o terceiro gol. No segundo tempo, a gente tentou de tudo. O contra-ataque foi muito perigoso, e a França aproveitou todas as situações. Conseguimos fazer dois gols e isso foi bom para o nosso moral”, comentou Hitzfeld.

A Suíça enfrentará Honduras na última rodada e necessita de uma vitória – ou mesmo de um empate, dependendo do resultado desta sexta entre Honduras e França – para conseguir a classificação para as oitavas.

“É um dia negro. Ainda temos grande esperança de conseguir a classificação. Dependerá de nós. Vamos analisar o jogo e voltar os olhos para o futuro”, finalizou.

Leia tudo sobre: FrançafrançaSuíçasuiçacopa do mundotecnicodianegrogoleada