Supersticioso, Sabella quer novamente o banco da esquerda no Mineirão

Treinador argentino foi campeão da Libertadores com o Estudiantes no Mineirão em 2009, em cima do Cruzeiro. Lembranças voltaram à mente no reencontro com o Gigante da Pampulha

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro |

Sabella estará pela primeira vez no banco do Mineirão após título da Libertadores 2009
LÉO FONTES/O TEMPO
Sabella estará pela primeira vez no banco do Mineirão após título da Libertadores 2009

No caminho para o Mineirão, onde concedeu entrevista coletiva à imprensa nesta sexta-feira, véspera de Argentina x Irã, o técnico Alejandro Sabella foi ao túnel do tempo e desembarcou na noite de 15 de julho de 2009, data mais vitoriosa de sua carreira como treinador.

O comandante da Argentina na Copa do Mundo recordou a conquista do título da Libertadores com o Estudiantes, diante do Cruzeiro, em pleno Gigante da Pampulha. Momentos marcantes que jamais serão apagados da memória do profissional hermano.

Mínimos detalhes vieram à mente, como a posição do placar eletrônico, passando até mesmo pela superstição que espera manter na partida deste sábado contra o Irã sentando no banco de reservas que fica à esquerda das cabines de imprensa do estádio.

"Tenho enormes recordações do Mineirão. Vim pensando no carro e lembrando que nossos jogadores estavam cantando e pulando dentro do ônibus antes do jogo. Os torcedores do Cruzeiro achavam que era loucos de estarem confiantes na vitória. Quando pisei o campo vi que estava remodelado e procurei pelo placar que indicava os mandantes com 1 e os visitantes com 2, mas não achei, pois mudou de lugar. Espero sentar novamente no banco da esquerda nesta partida que teremos contra o Irã", relembrou o treinador argentino.

Quem também terá um reencontro com o Mineirão será Verón, que está em Belo Horizonte e vai marcar presença no estádio em que venceu a Libertadores. Os dois vão dividir a torcida mineira neste sábado. Atleticanos vão vibrar com os dois, enquanto cruzeirenses não vão aceitar muito bem a presença dos carros no Gigante da Pampulha.

Leia tudo sobre: SabellaVerónLibertadoresCruzeiroCopa do MundoAtléticoMineirão