Fantasma do segundo jogo assusta a Alemanha

Atuações das seleções das Américas, acostumadas a fuso e calor, deixam o alerta ligado para Joaquim Löw

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Löw faz um bom trabalho na seleção alemã e montou um excelente time, mas é criticado pela falta de títulos
Reprodução/Facebook
Löw faz um bom trabalho na seleção alemã e montou um excelente time, mas é criticado pela falta de títulos

A vitória da Costa Rica por 1 a 0 sobre a Itália repercutiu na Alemanha. Mesmo sendo de grupos diferentes, o bom futebol apresentado pelos costa-riquenhos fez o técnico Joachim Löw gastar boa parte da sua fala, em entrevista concedida nesta sexta-feira (20) no Castelão, para elogiar o time da América Central.

No sábado (21), os alemães enfrentam a seleção de Gana em Fortaleza, pelo Grupo G. "É uma surpresa positiva desta Copa. Não é o nosso foco neste momento, mas é importante ficar de olho. Deu para perceber que os times da América do Sul e da América Central estão muito bem preparados para esta Copa. Eles estão mais acostumados com o horário e com as altas temperaturas", disse.

Löw também citou o fantasma do segundo jogo que tem assustado algumas grandes seleções nesta Copa - o Brasil empatou com o México na segunda rodada, a Itália perdeu e a Holanda teve dificuldades contra a Austrália.

"Ganhar a primeira partida é sempre excelente, mas só ela não basta. Na última Copa vencemos bem o primeiro jogo e depois perdemos o seguinte (contra a Sérvia, por 1 a 0). Não pode existir relaxamento após a estreia, ainda mais enfrentando uma equipe muito forte fisicamente como Gana", disse.

Leia tudo sobre: joaquim lowalemanhaganasegundo jogocopa do mundoseleção alemã