Nigéria e Bósnia fazem duelo decisivo

Equipe africana apenas empatou com Irã na estreia, enquanto europeus perderam para Argentina

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Juwon Oshaniwa, da Nigéria, disputa bola com vigor com Reza Ghoochannejhad, do Irã
FRANK AUGSTEIN/ASSOCIATED PRESS
Juwon Oshaniwa, da Nigéria, disputa bola com vigor com Reza Ghoochannejhad, do Irã

A partida entre Nigéria e Bósnia, neste sábado (21), às 19h, em Cuiabá, será decisiva para o futuro das duas seleções na Copa do Mundo. Adversários no Grupo F, liderado pela Argentina, os dois times disputam o posto de segunda força na chave e precisam dos três pontos para continuar com chances de passar para as oitavas de final. A Bósnia vem de uma derrota por 2 a 1 para a Argentina, mas está confiante. Os jogadores consideraram boa a atuação da equipe diante de um rival muito mais forte. "Espero que a equipe agora tenha sentido que podemos jogar mesmo contra adversários como a Argentina", afirmou o atacante Ibisevic. "A Argentina, de certa forma, não é o nosso parâmetro", completou o meia Misimovic. Durante o treino de quinta-feira, o técnico Safef Susic testou uma formação mais ofensiva. Ele colocou Visca para fazer dupla de ataque com Dzeko, que ficou isolado no primeiro jogo. Lesionados, o capitão Spahic, e o meia Salihovic não treinaram e são dúvidas. No lugar, devem entrar Sunjic e Medunjanin. Do lado da Nigéria, o 0 a 0 com a frágil seleção do Irã colocou os africanos em situação delicada, pois agora enfrentarão rivais mais difíceis. "Nós não jogamos como esperávamos, mas temos que seguir em frente. Queria uma vitória, mas veio um empate. Nós temos que fazer melhor para conseguir uma vitória contra a Bósnia", afirmou o técnico Stephan Keshi. O comandante da equipe africana deve entrar com o time completo para a partida. Na próxima rodada, quarta-feira (25), a Bósnia enfrenta o Irã, em Salvador, e a Nigéria encara a Argentina, em Porto Alegre. As duas partidas serão às 13h.

NIGÉRIA Enyeama; Ambrose, Omeruo, Oshaniwa e Yobo; Mikel, Onazi, Musa e Moses; Odemwingie e Emenike. T.: Stephen Keshi BÓSNIA-HERZEGÓVINA Begovic; Mujdza, Spahic, Bicakcic e Kolasinac; Besic, Pjanic, Lulic e Misimovic; Ibisevic e Dzeko. T.: Safet Susic Estádio: Arena Pantanal, em Cuiabá Horário: 19h Árbitro: Peter O'Leary (Nova Zelândia)