Cientistas chineses desenvolvem diamante mais resistente do planeta

Yongjun Tian e Quan Huang conseguiram produzir pedra que chega a aguentar temperatura de até 1,056 graus Celsius

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cientistas chineses produzem diamante artificial mais resistente do mundo
Gizmodo/Reprodução
Cientistas chineses produzem diamante artificial mais resistente do mundo

Os cientistas chineses Yongjun Tian e Quan Huang produziram um diamante artificial ainda mais resistente do que a pedra preciosa que é encontrada na natureza. O nome 'diamante' deriva de uma palavra grega que significa 'inconquistável'. Além de ser uma das pedras preciosas mais cobiçadas. 

A pesquisa realizada na Universidade de Yanchan, na China, conseguiu desenvolver a pedra mais resistente do mundo com a capacidade de aguentar uma temperatura de até 1,056 graus Celsius (a pedra natural oxida com a temperatura menor de 300 graus) e suportar a pressão de 1,9 milhão de atmosferas terrestres (200 Gigapascals).

Os estudos iniciaram a partir da exposição de folhas de carbono à altas pressões e temperaturas. Com isso, o material foi transformado no chamado  'diamante policristalino'. O que seria um complexo de fragmentos de uma matriz de átomos em sua composição, fortalecendo a estrutura por completo e de forma proporcional a sua quantidade com os chamados 'domínios'.

Os pesquisadores acreditam que com esse novo material super resistente seja usado para desenvolver processadores mais rápidos, além de ser base para a produção de materiais mais fortes. A pesquisa foi divulgada na última edição do jornal 'Nature'.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave