O medo e a relação dos diferentes povos

Com seis anos de vida, “Congresso Internacional do Medo” volta a fazer temporada em Belo Horizonte

iG Minas Gerais | GUSTAVO ROCHA |

Medo é pretexto para um congresso que reúne gente de diferentes países
GUTO MUNIZ DIVULGACAO
Medo é pretexto para um congresso que reúne gente de diferentes países

É comum se pensar que um espetáculo amadurece ao longo do tempo pela quantidade de vezes que ele é (re)apresentado, mas pouco se avalia que os atores em cena também passam por semelhante processo de envelhecimento. Assim, a peça “Congresso Internacional do Medo”, de 2008, do grupo Espanca!, volta a fazer temporada na cidade, como comemoração dos dez anos do coletivo belo-horizontino.

“O fato de estarmos envelhecendo traz um novo peso para os personagens e consequentemente para o espetáculo”, revela Marcelo Castro, ator e integrante do grupo desde seu início. Ele revela que o grupo fez muitos ensaios para a nova temporada e algumas coisas foram alteradas. “Esse espetáculo tem uma quantidade grande de gente de fora do grupo e essas pessoas seguem trabalhando, então é natural que haja mudanças”, assinala.

A peça conta a história de pessoas de diferentes países que são convidadas para um congresso, cuja pauta gira em torno do medo. “É uma disputa de poder entre quem detém e quem não detém a palavra. Acredito que o medo seja uma desculpa para falar de outras coisas que são mais importantes, que vem antes, na relação das pessoas”, avalia ele.

Grupo com dramaturgias muito fortes, assinadas por sua ex-integrante Grace Passô, a escrita do espetáculo de “Congresso Internacional do Medo” foi feita por mais mãos. “O processo de criação desse espetáculo foi diferente dos anteriores. Conversávamos eu, Gustavo (Bones) e Grace (Passô) sobre um congresso com esse tema. A partir daí, desenvolvemos coisas que foram levadas à cena. O próprio nome – retirado de um poema de Carlos Drummond de Andrade – não tem nada a ver com o poema, nós achávamos que ele daria um ótimo nome para uma peça”, revela Marcelo Castro.

Serviço.  “Congresso Internacional do Medo”. Hoje e amanhã, às 21h; domingo às 20h, no Teatro Alterosa (avenida Assis Chateaubriand, 499, Floresta). Ingressos gratuitos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave