Mudando o visual em prol de uma boa ação

Salões de beleza lançam campanha de recolhimento de cabelos para a confecção de perucas destinadas aos pacientes em tratamento de câncer

iG Minas Gerais |

Iniciativa. 
Maria Izabel também decidiu doar seus lindos cabelos.
elmo cabeleireiro
Iniciativa. Maria Izabel também decidiu doar seus lindos cabelos.

Na luta contra o câncer várias são as batalhas que os portadores da doença precisam enfrentar. Além da tristeza do diagnóstico, o tratamento é bastante agressivo e um dos efeitos colaterais mais comuns e delicados é a queda do cabelo – que muitas vezes se torna traumático principalmente para as crianças e as mulheres. Pensando no sofrimento desses pacientes, campanhas de doação de cabelos vêm tomando conta das redes sociais, e, a cada dia, dezenas de pessoas surgem com um novo visual em solidariedade ao próximo.

Ações de solidariedade vêm tomando todo o país, e os contagenses não poderiam ficar de fora. Atuando como cabeleireiro há quase 22 anos na rua Rio Moçoró, no bairro Riacho, Elmo Wagner está sempre engajado em causas sociais e, durante 30 dias, se dedicou a recolher cabelos para doar ao Hospital do Câncer de Divinópolis. “Um cliente me apresentou uma página no Facebook, e imediatamente entrei em contato com a administradora oferecendo ajuda”, conta. A mobilização do Salão do Elmo acaba hoje (20) e, até então, mais de 48 pessoas participaram da campanha. “Quem cortasse acima de 10 cm em prol da doação ganhava o corte. Muitos se interessaram, e precisei limitar o atendimento para quatro pessoas por dia”, diz.

Sensibilização

A vendedora Nayara Ferreira, nasceu em Contagem e morou no Rio de Janeiro por dois anos. Ao voltar para casa, a primeira coisa que fez foi radicalizar no visual. “Não foi por vaidade. Perdi um irmão há alguns anos para o câncer e via o sofrimento dos doentes e também das famílias. Quis encontrar uma maneira de ajudar e dar apoio”, garante.

Camila Corrêa é jornalista e se sensibilizou depois de assistir um vídeo do Cabelegria, com uma menina de 5 anos recebendo uma peruca. “Ela estava mais feliz do que qualquer criança que eu já vi na vida e eu decidi que faria alguém feliz daquela maneira”, recorda.

O fato é que as mulheres adoram se embelezar e poder fazer isso contribuindo para uma causa tão solidária é ainda mais motivacional. “Meu cabelo estava muito grande e queria radicalizar no corte. Ouvi falar das campanhas de doações e foi o empurrãozinho que faltava”, conta a analista financeira, Gleicimara Mendonça.

Participe

Diego Rezende trabalha como cabeleireiro há oito anos é proprietário do Salão Tribalize e realiza dezenas de cortes por mês. Nos últimos tempos varias clientes decidiram cortar os cabelos para doar. Interessado na ideia e sempre disposto a praticar o bem, ele pesquisou e conheceu, por meio das redes sociais, a página Meu Cabelo é Seu. O projeto surgiu em janeiro deste ano e dá apoio ao recolhimento de doações para o Cabelegria – que é uma iniciativa de São Paulo, bastante conhecida por suas mobilizações, que realiza doações por todo o país.

A partir do primeiro contato, Diego decidiu lançar a campanha em parceria com o projeto e, durante todo o mês de julho, quem quiser doar o cabelo ganhará o corte. “Os interessados devem agendar com antecedência, e as instruções são básicas: basta ter mais de 10 cm para corte e vir com o cabelo limpo e seco”, ressalta.

Além disso, Diego destaca que “cabelos com mechas, progressiva, relaxamento ou tintura também são bem-vindos, uma vez que é difícil encontrar uma mulher com o cabelo sem química atualmente”.

Sobre o Cabelegria

O que não faltam são meios para doar, basta pesquisar e se decidir. Porém, algumas pessoas ficam em dúvida quanto à idoneidade das campanhas. Quem quiser segurança na hora de enviar o cabelo pode contactar, em BH, o Instituto Mário Penna, por exemplo. Mas, o Cabelegria também é uma boa opção. O projeto confecciona as perucas e as envia para todo o Brasil, diretamente para as pessoas com câncer. Assim como os hospitais, os familiares e amigos dos pacientes entram em contato com o projeto, que lhes envia as perucas. Tudo é documentado e divulgado no site e na pagina do Facebook.

 

Doe também

Contatos:

Salão do Elmo: 3355-1903

Tribalize: 9196-8970

Instituto Mario Pena: 0800 039 1441.

Cabelegria: facebook.com/cabelegria

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave