Palco de goleadas, Fonte Nova recebe promissor duelo europeu

Na briga pela classificação, Suíça e França prometem fazer bom jogo nesta sexta-feira, em Salvador

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA E THIAGO PRATA |

A estrutura verticalizada da Arena Fonte Nova permite uma proximidade muito maior entre o espectador e o campo
SITE OFICIAL COPA/DIVULGAÇÃO
A estrutura verticalizada da Arena Fonte Nova permite uma proximidade muito maior entre o espectador e o campo

Um estádio quase sagrado para torcedores holandeses e alemães. Um lugar a ser esquecido o quanto antes por espanhóis e portugueses. Um local de deleite aos amantes do futebol em geral e que sempre anseiam por muitos e muitos gols. Esta é a Fonte Nova, palco de grandes goleadas em suas duas primeiras partidas na Copa do Mundo e que recebe nesta sexta-feira mais um confronto de peso e imprevisível.

Depois de verem a atual campeã mundial, a Espanha, sendo humilhada pela Holanda, por 5 a 1, e a Alemanha massacrando Portugal, por 4 a 0, os apostadores de plantão devem pensando duas vezes antes de darem seus palpites no bolão para o duelo entre Suíça e França, que se enfrentam a partir das 16h, pela segunda rodada do grupo E.

A expectativa, novamente, é de muitos gols na Fonte Nova.  Só que, desta vez, espera-se um embate mais acirrado e mais emocionante em comparação aos jogos anteriores no estádio. Um dos motivos para se pensar desta forma é que ambos os times são bastante ofensivos. 

A Suíça mostrou a agressividade de seu ataque logo na estreia na Copa. O time perdia para o Equador por 1 a 0 e se mandou para o campo inimigo de todas as formas possíveis. O prêmio de tanto esforço foi a virada, por 2 a 1, com um gol de Seferovic, já nos acréscimos.

Por sua vez, a França goleou Honduras, por 3 a 0, com show de Benzema, autor de dois gols e responsável direto pelo tento contra marcado por Valladares. Por conta do triunfo por três gols de saldo, os Blues aparecem na frente dos suíços na classificação.

Agora, resta saber se franceses e suíços farão jus à força de seus ataques nesta tarde e criarem mais uma avalanche de gols na Fonte Nova.

“Veremos se vão acontecer muitos gols. Teremos duas seleções em campo que podem atacar e defender bem. Em termos táticos, será bom para quem gosta de futebol”, ressaltou o técnico da Suíça, o alemão Ottmar Hitzfeld.

Leia tudo sobre: Copa do MundoSuíçaFrançaArena Fonte NovasalvadorGrupo Egolsgoleada