França utiliza mesmo discurso da Suíça para elogiar oponente

Treinador de Les Bleus rasgou muitos elogios ao time de Hitzfeld, que também apontou muitas qualidades dos franceses

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Técnico francês, Deschamps, aponta a Suíça como um oponente feroz do grupo E
ALEX DE JESUS/OTEMPO
Técnico francês, Deschamps, aponta a Suíça como um oponente feroz do grupo E

Salvador (BA). Se de um lado, o técnico da Suíça, Ottmar Hitzfeld, rasgou elogios para a França, em sua entrevista coletiva, na tarde desta quinta-feira, do outro, o comportamento foi o mesmo. Até parece que tudo foi combinado, já que o treinador de Les Bleus, Didier Deschamps, também não poupou palavras para preconizar o oponente desta sexta-feira, na Arena Fonte Nova.

“Será um jogo muito difícil. A seleção da Suíça tem muitas qualidades. É sempre importante olhar de perto os jogadores da Suíça, atletas que atuam na Europa. Não é à toa que o time deles é o número 6 no ranking (da Fifa) e cabeça de chave (do grupo E). Vamos jogar contra um adversário de altíssimo nível”, declarou o técnico francês.

E Deschamps não para por aí. O treinador da equipe azul salientou ainda a força do ataque suíço e a compactação do time adversário.

“Uma das características da equipe deles (Suíça) é de estar bem entrosada, com jogadores de ataque bastante rápidos. Do ponto de vista coletivo, a Suíça também se desenvolve bem, deixa pouco espaço”, disse.

Mas, proporcional ao respeito de Deschamps pelo adversário, é a vontade do treinador em emplacar a segunda vitória nesta Copa do Mundo.

“Entramos com o intuito de ganhar as três partidas do grupo. Todos entram para ganhar. Depois de um primeiro bom resultado (vitória sobre Honduras, por 3 a 0), o objetivo é se classificar para as oitavas de final. Tivemos uma vitória e vamos procurar fazer mais três pontos amanhã (sexta-feira)”, afirmou.

Leia tudo sobre: Didier DeschampsOttmar HitzfeldSuiçaFrança