Suíça aposta em jovens e experientes não tão 'velhos'

Fórmula adotada por Ottmar Hitzfeld foi crucial para La Nati se classificar para a Copa do Mundo 2014

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Hitzfeld (centro) formou uma seleção com boas apostas e atletas experientes
ALEX DE JESUS/OTEMPO
Hitzfeld (centro) formou uma seleção com boas apostas e atletas experientes

Salvador (BA). Mesclar jogadores jovens e experientes. Uma fórmula que costuma dar certo a várias equipes do mundo. Na seleção suíça não é diferente. Só que com um detalhe. O técnico Ottmar Hitzfeld montou um time em que os atletas mais velhos não são tão ‘velhos’ assim.

Apenas três dos 23 convocados para a Copa do Mundo possuem idade igual ou superior a 30 anos. São eles: o goleiro Diego Benaglio (30 anos), e os defensores Steve von Bergen (31) e Stephan Lichtsteiner (30).

Já os mais jovens são o defensor Ricardo Rodríguez, o meia Granit Xhaka e o atacante Josip Drmić, cada um deles com 21 anos.

Com esta filosofia de trabalho, o alemão Hitzfeld obteve bons resultados com a Suíça, classificou a equipe para a Copa do Mundo e agora tenta chegar o mais longe possível com os helvéticos.

“A seleção suíça já teve muitas vitórias no passado e, para um país pequeno, participa com regularidade em torneios internacionais. Fomos introduzindo mais jovens e aproveitando os mais experientes, que não fossem muito velhos. Conseguimos um avanço muito positivo”, afirmou o treinador.

Mas este trabalho desenvolvido por Hitzfeld já tem prazo de validade definido. Após a Copa do Mundo, porém, ele deixará o cargo de técnico da equipe suíça.

Leia tudo sobre: SuiçaHitzfeld