Willian e Cruzeiro seguem confiantes na permanência do jogador

Mesmo com situação indefinida, avante viajou para os Estados Unidos; Raposa aguarda resposta dos ucranianos

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Willian vai disputar vaga com Lucca, Martinuccio e Elber
Denilton Dias/Vipcomm
Willian vai disputar vaga com Lucca, Martinuccio e Elber

Apesar da indefinição sobre a permanência do atacante Willian na Toca da Raposa II, o jogador segue confiante de que as negociações com o Metalist, da Ucrânia, clube que detém os seus direitos, terão um final feliz.

Mesmo sem ter a situação resolvida, o avante e a diretoria resolveram que ele deveria viajar com o grupo devido a confiança no desfecho da negociação. “Eu, o Alexandre Mattos e a diretoria optamos pela minha vinda (para os Estados Unidos), até porque tenho contrato. Já teve uma segunda conversa (entre dirigentes do Cruzeiro e o clube ucraniano), acho que o Metalist foi mais flexível. Então eles sentiram isso, de que as coisas poderiam acontecer”, disse.

O jogador segue otimista, pois deseja permanecer no clube mineiro. “Fico muito feliz e espero que esse otimismo possa virar realidade e a gente possa continuar aqui (no Cruzeiro). Espero que as coisas possam dar certo para que minha alegria possa durar por muito tempo, com minha família e meus amigos”, declarou.

O presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, disse que acredita no acerto com os ucranianos por causa da proposta feita pela Raposa. A dificuldade, segundo o mandatário, está na comunicação com os dirigentes do Metalist.

“Fizemos para o Metalist uma proposta dentro do valor que teríamos que pagar. Porém, fizemos a proposta para pagarmos parcelado. Vamos aguardar porque estamos com dificuldades de nos comunicarmos com eles e eles com a gente por causa do momento (político) que eles estão vivendo na Ucrânia”, disse.

Gilvan revelou ainda que o clube celeste já acertou detalhes da renovação com Willian e com o empresário dele. O contrato do avante do bigode vai até o dia 14 de julho.  

Leia tudo sobre: CruzeiroRaposaWilliannegociacaometalistucraniapermanencia