Honduras e Equador se enfrentam para buscar reabilitação

Depois de perder na estreia, somente vitória interessa aos times para avançar à próxima fase

iG Minas Gerais | VICTOR MARTINS |

Imagem do jogo entre Suíça e Equador, em Brasília
Michael Sohn/Associated Press
Imagem do jogo entre Suíça e Equador, em Brasília

Depois de receber o fraco duelo entre Irã e Nigéria, a Arena da Baixada recebe a sua segunda partida na Copa do Mundo. Honduras e Equador se enfrentam às 19h, pela segunda rodada do grupo E. Se o primeiro duelo na capital paranaense não encantou e foi o primeiro 0 a 0 da história do Mundial no Brasil, os curitibanos esperam por uma partida melhor hoje à noite, já que Honduras e Equador foram derrotados na primeira rodada e precisam da vitória para continuar com uma mínima chance de classificação.

A situação é mais complicada para o lado da equipe sul-americana. Depois de perder para a Suíça de virada, os equatorianos entraram em crise. Os treinos passaram a ser fechados, já que a imprensa local não aliviou depois da derrota na estreia. Até mesmo presidente da federação precisou falar. Luis Acosta pediu união e disse que o momento é de virar a página.

E é nesse clima, de buscar uma nova competição, mas com apenas dois jogos, que o Equador vai entrar em campo para enfrentar Honduras. “Analisamos o jogo e vamos tratar de corrigir o que erramos diante da Suíça. Acho que isso é o mais importante para o grupo”, explicou o goleiro Domínguez.

Se o ambiente na concentração do Equador não é dos melhores, entre os hondurenhos o problema está apenas dentro de campo. O zagueiro Victor Bernardez é dúvida, enquanto o meia Wilson Palacios está fora do jogo, já que foi expulso diante da França.

Aliás, o tropeço antes os franceses foi tratado como algo normal por Honduras, que vislumbra as partidas contra Equador e Suíça como duas finais. “Vamos nos levantar diante do Equador e buscar a vitória porque a possibilidade existe. Temos duas finais e temos que ganhá-las. É sim ou sim”, disse o zagueiro Chávez, que deve entrar na equipe na vaga de Bernardez.

TROCA DE TREINADORES

Honduras está em sua segunda Copa do Mundo consecutiva. Curiosamente, em 2010, na África do Sul, a seleção caribenha era treinada por Reinaldo Rueda, o atual treinador do Equador. Já o país sul-americana disputou seu último Mundial em 2006, na Alemanha, sob o comando de Luis Fernando Suárez, hoje adversário, pois é o treinador de Honduras.