'Temos de ganhar essa final', diz português sobre jogo contra os EUA

Meio-campista Miguel Veloso destaca importância do jogo contra os norte-americanos após derrota na estreia

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Paulo Bento lamentou as ausências e admitiu que seleção portuguesa errou muito
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Paulo Bento lamentou as ausências e admitiu que seleção portuguesa errou muito

O jogo contra os Estados Unidos será uma final e a Portugal só interessa a vitória, disse nesta quinta-feira (19) o volante português Miguel Veloso em Campinas (a 93 km de SP). "Sabemos a importância que o jogo tem para nós. Temos de ganhar essa final", disse o jogador do Dínamo de Kiev, em coletiva de imprensa após o treino. "Temos de nos preparar bem porque nossa única opção é ganhar." Após ter sido goleada por 4 a 0 pela Alemanha, a seleção portuguesa é a lanterna do Grupo G, com zero ponto e quatro gols negativos de saldo. Os Estados Unidos estão em segundo lugar, com três pontos e um gol de saldo, após terem ganhado de Gana por 2 a 1. As duas seleções se enfrentarão no domingo, às 19h, em Manaus. Se perder novamente, Portugal repetirá a atual campeã mundial Espanha, eliminada nesta quarta após perder de 2 a 0 para o Chile pelo Grupo B. "Ninguém esperava que a Espanha fosse eliminada na primeira fase, mas o que é bonito no futebol é que tudo pode acontecer", disse Veloso, que acredita em uma pressão maior caso Portugal também seja desclassificado. "A Espanha ganhou dois Europeus e um Mundial", afirmou o jogador, se referindo às Eurocopas de 2008 e 2012 e à Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. "Nós não ganhamos nada." TREINO No treino desta quinta-feira, novamente apenas os 15 primeiros minutos foram abertos à imprensa. Durante esse período, a maioria dos jogadores fez alongamento e treinou toque de bola em metade do gramado. Na outra metade, o que deve ser a defesa titular contra os Estados Unidos treinou posicionamento e saída de bola. Devido às lesões do goleiro Rui Patrício e do lateral-esquerdo Fábio Coentrão, serão três as modificações em relação aos 11 que iniciaram a partida contra a Alemanha. Participaram da atividade o goleiro Beto, os zagueiros Bruno Alves e Ricardo Costa, os laterais André Almeida e João Pereira e o volante Miguel Veloso. Melhor jogador do mundo e estrela da seleção portuguesa, Cristiano Ronaldo voltou a treinar com uma proteção no joelho esquerdo devido a uma tendinose. Desta vez, no entanto, ele não aparentou sentir dores no local. Nesta quarta, no treino aberto que reuniu 10 mil pessoas no estádio Moisés Lucarelli, "o melhor do mundo" abandonou a atividade antes do fim com uma bolsa de gelo no local.