Com presença de dirigente, Sabella ensaia time ofensivo

Treinador atende a pedidos de jogadores e escala Messi, Higuaín e Agüero na linha de frente

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

JOAO GODINHO / O TEMPO
undefined

Observado por Julio Grondona, presidente da AFA (Associação de Futebol Argentino), o técnico Alejandro Sabella praticamente confirmou a mudança do esquema tático da Argentina para enfrentar o Irã no sábado (21).

O treinador vai optar por formação mais ofensiva, como pediu Lionel Messi e é a preferência de outros jogadores. Isso significa que o camisa 10 estará ao lado de Higuaín e Agüero no ataque.

A única ausência no treino fechado desta quinta (19) foi o goleiro Romero, poupado. Mas ele não deverá ser problema para o jogo no Mineirão.

O time titular treinou com Andújar; Zabaleta, Federico Fernández, Garay e Rojo; Mascherano, Gago e Di María; Higuaín, Messi e Agüero.

Presidente da AFA desde 1979, Grondona chegou à Cidade do Galo na noite de quarta (18). O cartola tem um quarto reservado na concentração, mas distante das acomodações do elenco da comissão técnica. Ele assistiu à atividade ao lado de Carlos Bilardo, diretor de seleções.

A mudança no time já era esperada. Higuaín começou no banco contra a Bósnia por não estar totalmente recuperado de contusão no tornozelo esquerdo. Mesmo assim, entrou durante o segundo tempo. Diante dos iranianos, deverá ser titular.

Na tarde de quarta, o elenco recebeu familiares na concentração. A AFA preparou área de diversão para os filhos dos jogadores. Mulheres e pais também estiveram presentes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave