'Zoado' por Massa, Alonso diz que Espanha não jogou o suficiente

Piloto espanhol lamentou saída precoce da Fúria, mas elogiou geração campeã; brasileiro torce para Brasil não perder, para que piloto da Ferrari não dê o troco

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

ASSOCIATED PRESS - ARQUIVO
undefined

Torcedor fanático do Real Madrid e um dos pilotos que mais gosta de futebol no paddock da F-1, Fernando Alonso disse ter ficado surpreso com a eliminação precoce de sua Espanha na Copa, após a derrota de quarta-feira para o Chile, por 2 a 0, no Maracanã.

"A gente já sabia que uma hora isso iria acontecer. Ganhamos tudo nos últimos anos e sabíamos que ia chegar a hora que a gente ia voltar para casa. Mas talvez isso tenha acontecido mais cedo do que a gente esperava", afirmou Alonso em Spielberg, onde neste domingo será disputado o GP da Áustria, oitava etapa do Mundial de F-1, a partir das 9h (de Brasília).

"Mas a verdade é que nosso time não jogou bem o suficiente para se classificar e os outros mereceram mais do que nós. Só é uma pena que as pessoas na Espanha estavam com uma expectativa muito grande e é sempre bom alegrar nosso povo. Mas só temos que agradecer a esta geração de jogadores por tudo que eles conquistaram e trabalhar duro para chegarmos fortes daqui a quatro anos", completou o espanhol, que não escapou das piadas de seu ex-companheiro de Ferrari, Felipe Massa.

"Eu não perdi a chance e já zoei muito o Fernando. Acho que isso faz parte do esporte e é divertido durante a Copa do Mundo, quando cada um tem seu país", disse o piloto brasileiro.

"Eu mandei uma mensagem para ele, mas fiz questão de dizer que espero que o Brasil não perca agora para ele não vir me zoar depois", divertiu-se o piloto da Williams.

Leia tudo sobre: massaalonsoespanhaeliminaçãof1copa do mundozueirabrincadeirabrasil