Agentes de trânsito aceitam reajuste de 8% e descartam greve

Decisão adotada pela categoria vale até o dia 30 deste mês, quando a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) apresentará sua contraproposta em novo encontro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Os agentes de trânsito da cidade de São Paulo se reuniram na manhã desta quarta-feira (18) com representantes do município no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) para apresentar suas novas reivindicações. Eles descartam a realização de greve até o dia 30, quando a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) apresentará sua contraproposta em novo encontro.

Após a reunião, a categoria decidirá em assembleia se aceita os termos da empresa. Apesar de inicialmente pedirem reajuste salarial de 12%, os agentes aceitaram a proposta da companhia de 8%, mas fazem questão que a empresa assuma o compromisso de fazer o plano de cargos e carreiras funcionar. De acordo com o Sindiviários (sindicato dos agentes de trânsito), as promoções não ocorrem desde 2012.

Os sindicalistas também pedem mais abertura de concurso para a contratação de mais servidores. Além do reajuste, a CET ofereceu um aumento de 11% sobre o vale-refeição e alimentação da categoria. A companhia ainda ofereceu um aumento de 25% sobre a Participação nos Resultados a partir de para 2015, além da implantação do vale-cultura no mesmo ano.

A inflação acumulada desde o último reajuste, em maio de 2013, foi de 6,3%. O piso é R$ 1.553,51 para 220 horas/mês. A data-base da categoria é 1º de maio.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave