Final contra o Brasil nunca foi objetivo, diz técnico do Uruguai

Para o treinador, o foco é jogo a jogo e o mais importante no momento é derrotar a Inglaterra

iG Minas Gerais | Folha Press |

Repetir uma final de Copa do Mundo com o Brasil não está nos planos do técnico do Uruguai, Óscar Tabárez, mas isso não significa que o treinador pense pequeno no Mundial.

"Nunca estabelecemos esse objetivo. Nosso objetivo desde o início é ser uma equipe difícil de ser enfrentada e no momento atual sonho em derrotar a Inglaterra e classificar", disse Tabárez.

O foco do treinador é jogo a jogo. Segundo suas palavras, isso significa que o mais importante no momento é derrotar a Inglaterra, nesta quinta-feira (19), e melhorar a condição no Grupo D -o time perdeu a estreia para a Costa Rica por 3 a 1 e hoje estaria eliminado da Copa.

Uruguai e Brasil decidiram a Copa de 1950, no Maracanã. Na ocasião, um empate daria o título aos brasileiros, mas a equipe perdeu de virada por 2 a 1.

O jogo nunca foi esquecido pelos dois países. Virou trauma nacional e orgulho uruguaio.

"Faz parte do imaginário popular dos brasileiros e dos uruguaios, e ajuda o espaço que a mídia dá para isso. Nós vemos o Brasil como potência, o país mais campeão de Copas, contra um país que tem população e dimensões pequenas", avaliou Tabárez.

Nesse ano, a única possibilidade de ocorrer seria se Brasil e Uruguai terminaram na mesma colocação em seus grupos -os dois em primeiro ou os dois em segundo. Hoje, o Brasil lidera o Grupo A com quatro pontos, mas o Uruguai estaria eliminado no D.

"No futebol tudo é possível", disse Tabárez ainda sobre o tema.

FAVORITO

Para o atacante Endison Cavani, o Brasil está entre os favoritos da Copa, apesar da dificuldade apresentada no empate sem gols contra o México, na terça (17), em Fortaleza.

"Vejo o Brasil muito concentrado no trabalho. É favorito pelo futebol que tem e é a seleção que mais ganhou Copas na história. Jogaram em bom nível e parecem prontos", opinou.

Leia tudo sobre: seleção uruguaiaUruguaifinalBrasilseleção brasileira