Novo serviço pago de música do YouTube chega em setembro

Companhia, controlada pelo Google, fez alterações que causaram divergências entre as gravadoras; vídeos de nomes como Adele, Arctic Monkeys e Radiohead podem ser bloqueados

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

YouTube quer combater materiais ofensivos e spam, melhorando a qualidade e tom dos comentários
Youtube/Reprodução
YouTube quer combater materiais ofensivos e spam, melhorando a qualidade e tom dos comentários

Na última terça-feira (17), o YouTube divulgou a sua nova proposta para concorrer com plataformas como Deezer, Spotify e Beat Music. A companhia planeja lançar um serviço pago que permita aos usuários ouvir músicas off-line e sem a interrupção de publicidades.

Entretanto, o novo serviço já chegou causando divergências com grupos como 'XL Recordings', responsável por grandes nomes da música.

As gravadoras consideram os termos impostos pelo Youtube desfavoráveis. Caso não haja acordo entre as partes, os vídeos de artistas como Adele, Radiohead, Arctic Monkeys e Franz Ferdinand poderão ter o acesso bloqueado nos próximos dias.

De acordo com comunicado divulgado pela companhia, espera-se que o serviço seja uma nova fonte de renda para a indústria fonográfica. O lançamento está previsto para setembro, deste ano. Junto com o novo serviço do YouTube, os usuários poderão assinar em um mesmo pacote o "Play All Access", lançado pelo Google, em 2013.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave