Deficientes visuais podem conseguir enxergar com óculos inteligentes

Pesquisa na Inglaterra tem avançado nos estudos do protótipo, elaborado para melhorar qualidade de vida de pessoas com cegueira total ou parcial

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Com o uso dos óculos inteligentes, a britânica Lyn Oliver consegue ver pessoas e objetos com mais clareza que antes seria impossível
BBC/Divulgação
Com o uso dos óculos inteligentes, a britânica Lyn Oliver consegue ver pessoas e objetos com mais clareza que antes seria impossível

Os óculos inteligentes, desenvolvido na Universidade de Oxford, é a chance mais próxima dos deficientes visuais voltarem a enxergar.

Os estudos provaram que os óculos permitem a visualização de imagens de pessoas e objetos que estejam no alcance das lentes, contribuindo para uma melhor localização do deficiente. Com um formato grande, o protótipo precisa estar conectado a um notebook dentro da mochila. Os pesquisadores acreditam que em breve poderão tornar o modelo mais portátil.

Uma primeira série de cem modelos será produzida para ser testada até o fim de 2014. Os pesquisadores distribuirão os óculos inteligentes para pessoas que tenham deficiência visual total ou parcial. Caso esses deficientes se adaptem bem ao aparelho, uma outra série poderá ser produzida para o ano que vem e chegar aos consumidores com o mesmo preço de um telefone celular. 

As primeiras pessoas que testaram os óculos conseguiram identificar detalhes que antes não seria possível devido a deficiência. Como aconteceu com a britânica, Lyn Oliver. Segundo Lyn, o modelo oferece uma imagem bem detalhada que ela nunca tinha imaginado. A informações foram divulgadas pela BBC Brasil.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave