Após invasão, treino aberto de Portugal terá PM em campo

Após a goleada sofrida na primeira rodada, a seleção portuguesa resolveu se precaver contra invasões e pediu segurança reforçada no segundo treino aberto à população em Campinas

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Após a goleada sofrida contra a Alemanha por 4 a 0 na primeira rodada da Copa do Mundo, a seleção portuguesa resolveu se precaver contra invasões e pediu segurança reforçada no segundo treino aberto à população em Campinas (a 93 km de SP).

Desta vez, além de seguranças privados, a PM também ficará dentro do gramado -como ocorre normalmente nos jogos de futebol no Brasil.

O pedido foi feito pela FPF (Federação Portuguesa de Futebol) à prefeitura e à Ponte Preta, dona do estádio Moisés Lucarelli, que organizam o evento -o primeiro foi feito pela Fifa e pelo COL (Comitê Organizador Local) e contou com a PM apenas na parte externa do estádio."Foi uma exigência da federação portuguesa para não colocar nem eles nem o público em risco", diz Alexandra Caprioli, diretora de turismo da Prefeitura de Campinas. "Serão cem seguranças privados e 50 policiais militares em campo, o dobro do efetivo do primeiro treino. Eles pediram, e intercedemos junto à Secretaria de Segurança Pública."

No primeiro treino aberto, na quinta (12), uma fã de Cristiano Ronaldo conseguiu pular o alambrado que separa a arquibancada do gramado e correu em direção ao melhor jogador do mundo. Contida pelos seguranças, ela depois conseguiu um abraço, uma camisa de Portugal e um autógrafo do jogador.

Na sexta (13), no treino aberto da Nigéria -que também está hospedada e treina em Campinas durante a Copa do Mundo-, falhas na segurança permitiram que uma dezena de crianças e adolescentes tenham invadido o gramado do estádio Brinco de Ouro da Princesa, do Guarani. Um deles conseguiu chegar ao Obi Mikel, do Chelsea, um dos principais jogadores da seleção nigeriana.

EMPOLGAÇÃO MENOR

A goleada sofrida por Portugal e a série negativa de notícias parece ter afastado a torcida campineira do treino. Apesar de a organização dizer que espera os mesmo 10 mil espectadores de quinta, o movimento é muito menor nesta quarta-feira (18) no estádio -e a empolgação, também. Por volta das 9h30 as arquibancadas estavam mais vazias que na comparação com o primeiro treino aberto.

PRÓXIMOS JOGOS

Para continuar viva no Grupo G, com chances de se classificar para as oitavas de final, a "equipa das quinas" enfrentará os Estados Unidos no domingo (22), em Manaus. A vitória é essencial para os portugueses porque os americanos venceram Gana, por 2 a 1, e somam os mesmos três pontos da Alemanha.

No único jogo entre as duas seleções em Copas do Mundo, em 2002, os Estados Unidos venceram por 3 a 2 na fase de grupos. Após a derrota, portugueses não passaram da primeira fase. Os americanos caíram nas quartas, para a Alemanha -que perdeu a final para o Brasil. Devido aos quatro gols sofridos Portugal ocupa a lanterna do grupo. O jogo contra Gana será no dia 26, em Brasília.

Leia tudo sobre: Portugalcopa do mundo