Primeira cidade para homossexuais pode ser criada na Holanda

A intenção da cidade exclusiva seria permitir que lésbicas, gays, transexuais e bissexuais "possam viver com segurança", ressaltou o jornal Brabants Dagblad

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Pelo sétimo ano consecutivo a bandeira da homofobia é o tema do evento que se tornou um dos maiores de São Paulo, atraindo turistas de todas as partes do Brasil e do Mundo
AP Images
Pelo sétimo ano consecutivo a bandeira da homofobia é o tema do evento que se tornou um dos maiores de São Paulo, atraindo turistas de todas as partes do Brasil e do Mundo

A cidade de Tilburg, no sul da Holanda, estuda criar um povoado fechado inteiramente para homossexuais, proposta que já provocou reações negativas nas redes sociais, publicou nesta quarta-feira (18) a imprensa holandesa.

A intenção da cidade exclusiva seria permitir que lésbicas, gays, transexuais e bissexuais "possam viver com segurança", ressaltou o jornal, que destacou que serão realizados estudos para determinar se "há interesse suficiente" para criar uma cidade com estas características.

A comunidade homossexual na Holanda teve reações "divididas" com a possibilidade de criação desta "cidade gay". Segundo o "Brabants Dagblad" centenas de pessoas opinaram sobre o projeto nas redes sociais, a maioria delas negativas.

O jornal ainda destacou que Amsterdã é considerada uma cidade 'gay friendly'. Nos Estados Unidos, Estados como Flórida e Alabama promoveram a criação de cidades gays, enquanto na França foram estabelecidos ano passado planos para criar a primeira desse tipo.

Leia tudo sobre: Cidade GayHolandahomossexuaisTilburgBrabants Dagbladgay