Série atrai 7,1 milhões de telespectadores

Episódio final da quarta temporada foi exibido no domingo passado

iG Minas Gerais |

Rainha. Emilia Clarke, como Daenerys, é a protagonista de “Game of Thrones”
HBO/DIVULGAÇÃO
Rainha. Emilia Clarke, como Daenerys, é a protagonista de “Game of Thrones”

SÃO PAULO. O episódio final da quarta temporada de “Game of Thrones”, exibido na noite do último domingo pelo canal por assinatura HBO, atraiu 7,1 milhões de espectadores nos Estados Unidos. As informações são da revista “Variety”. A atração estava competindo com a final da NBA, o campeonato norte-americano de basquete, exibido pela emissora de TV aberta ABC para todo o país. 

O número não chega a ser um recorde para “Game of Thrones”, mas representa um aumento com relação ao penúltimo episódio (que teve 6,9 milhões de espectadores).

Na quarta temporada, o episódio de maior audiência foi exibido em 18 de maio, alcançando 7,2 milhões de pessoas. Ainda assim, é um aumento de 32% com relação ao último episódio da terceira temporada (5,3 milhões em 2013) e mais que o dobro do episódio final da primeira temporada (3 milhões em 2011).

Contando com as reprises, o episódio de domingo já chegou a 9,3 milhões de espectadores.

No início de junho, a HBO anunciou que “Game of Thrones” havia superado “Família Soprano” e se tornado a série mais vista da história da emissora, com uma média de 18,4 milhões de fãs por episódio.

Os números incluem reprises e exibições no serviço de vídeo sob demanda do canal, HBO Go.

Por tudo isso, a quarta e quinta temporadas de “Game of Thrones” já estão garantidas pela HBO.

A série é baseada nos livros de fantasia escritos por George R. R. Martin e trazem personagens de diferentes clãs lutando pelo poder.

O último episódio da quarta temporada, o sangrento “The Children”, transmitido domingo, acabou com muitos dos seus personagens principais tomando decisões importantes que marcarão o seu caminho para a próxima temporada, enquanto outros morreram.

Em entrevista à revista “People”, o diretor da série Alex Graves afirmou que os acontecimentos mostrados em “The Children” darão um novo fôlego para “reiniciar” a saga.

“O episódio inteiro reinicia a série e a leva a um território que nenhum final jamais levou. A verdade é que ele retrata o grande ponto de virada no meio dos livros, em que nós realmente viramos para a esquerda e nos dirigimos a um novo terreno”, disse o diretor, sem dar nenhum detalhe sobre o que esperar na quinta temporada.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave