Filas grandes desde o início do Mundial

Crescimento da demanda começou na última sexta-feira

iG Minas Gerais |

Outra casa de câmbio que teve incremento na procura foi a Fitta, unidade Funcionários, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. “O movimento é tanto que não estamos tendo tempo para nada”, conta a diretora do estabelecimento, Suzana Dias.

Ela explica que a expansão na demanda começou na última sexta-feira, um dia depois da abertura da Copa do Mundo. “Na segunda-feira, chegou a ter fila na rua”, diz. Com a procura intensa, o horário de atendimento aumentou. Normalmente, durante a semana, a casa funciona dase 9h30 às 17h30. Anteontem, atendeu até as 19h30. (JG)

Leia tudo sobre: filascasas de câmbiodemanda